Seguro viagem geral 728x90

Milhas ou Dinheiro – Qual a Melhor Opção Para Comprar Passagens Aéreas?

Com a crise que se instalou não só no Brasil, mas em outros países do mundo, a maioria das pessoas está em busca de economia, não é mesmo?

E isso inclui a compra das passagens aéreas, os itens mais caros de uma viagem.

As milhas podem ajudar e muito a economizar, mas há momentos em que elas não compensam e o melhor é pagar em dinheiro.

Mas como saber qual a melhor opção para comprar passagens aéreas?

É só acompanhar as dicas deste artigo.

Primeiramente vamos entender…

O que são milhas? Como usá-las?

As milhas nada mais são do que pontos acumulados em programas de fidelidade de companhias aéreas, na compra de produtos de estabelecimentos afiliados (como postos de gasolina e estabelecimentos comerciais) e cartões de crédito.

Cada gasto resulta em pontos que podem ser revertidos em milhas, que quando se acumulam podem ser trocadas por passagens aéreas e até hospedagem.

Imagem de avião voando em pleno céu.
Foto: via Pixabay

O programa de fidelidade das companhias aéreas compensa para quem viaja bastante, pois quanto mais passagens o cliente comprar mais pontos vai acumular e assim por consequência obter milhas, podendo viajar de graça e até mesmo em classes mais altas.

Já com os estabelecimentos afiliados, basta comprar serviços ou produtos de empresas que sejam afiliadas a companhias aéreas, assim poderá acumular pontos e convertê-los em milhas.

Alguns bancos também oferecem a possibilidade de acumular milhas através de gastos com cartões de crédito. Essa forma vale a pena para quem usa constantemente o cartão de crédito em suas compras e possui disciplina para usá-lo, já que é preciso se controlar para não ter prejuízo.

Outra vantagem de acumular milhas através dos cartões de crédito é que geralmente não são cobradas taxas de administração ou adesão pelos benefícios, dessa forma mesmo se você não usá-lo com frequência não terá prejuízos.

Algo que você deve tomar cuidado com o cartão de crédito é o valor de sua anuidade, a qual aumenta de acordo com a categoria do cartão. Por isso é bom manter um cartão que se abique com sua situação financeira.

Encontre ofertas em seguro viagem na REAL SEGURO VIAGEM:

Quando as milhas compensam?

Isso vai depender do valor das milhas e da passagem aérea do destino almejado.

Para se certificar de que compensa você deve pesquisar o valor da passagem em buscadores de passagens aéreas e companhias aéreas. Depois de verificar o menor valor entre no seu programa de fidelidade e veja os valores que vai encontrar tanto em milhas como em dinheiro.

Se o valor das milhas for menor do que em dinheiro, vale a pena comprar a passagem usando as milhas.

Por exemplo, vamos supor que um voo de São Paulo para Buenos Aires (capital da Argentina) custe 1200 reais.

Seriam necessárias 40 mil milhas para ida e volta com seu programa fidelidade. Se 10 mil milhas valem 200 reais, o custo com elas sairia por 800 reais, então compensaria adquirir a passagem com as milhas.

Quando o dinheiro compensa?

O dinheiro compensa para quem pode pagar a vista, ou até parcelar sem juros. E quando, claro, o valor do dinheiro é menor do que das milhas.

Por exemplo, vamos supor que essa mesma viagem a Buenos Aires, custando 1200 reais a ida e a volta. No entanto seriam necessárias 80 mil milhas para adquirir a passagem.

Se 10 mil milhas valem 200 reais, o custo com elas sairia por 1600 reais, então compensaria comprar a passagem com dinheiro.

Como aproveitar melhor minhas milhas?

Imagem de tablet sobre notebook.
Foto: via Pixabay

As milhas tem certo tempo para expirar, o que pode variar de 2 a 6 anos, dependendo da companhia aérea. Por isso uma forma de aproveitar melhor suas milhas é comprar suas passagens com antecedência.

Se você tem muitas milhas acumuladas, mas só vai usar daqui a alguns meses, que tal já se adiantar e comprar os bilhetes para o destino almejado?

Dessa forma você poderá se programar para suas férias, ficar mais tranquilo por não ter que resolver tudo de última hora e até mesmo economizar, já que adquirir passagens com certa antecedência (entre três e dois meses) pode gerar uma boa economia.

Caso suas milhas expirem alguns programas de fidelidade permitem que você reative-as, no entanto costuma ser cobrada uma taxa proporcional.

Outra forma de aproveitar suas milhas é comprar mais, caso as que você tenha não sejam suficientes para adquirir a passagem aérea almejada. No entanto você corre o risco de o assento desaparecer até que suas milhas sejam creditadas.

E se você não quiser resgatar os pontos acumulados em forma de milhas pode resgatar em produtos.

Vários programas de fidelidade oferecem essa possibilidade, sendo que os clientes podem resgatar artigos eletrônicos, ingressos de atrações e material esportivo. Essa é outra forma de acumular os pontos que estão prestes a expirar.

Adquirir hospedagem através das milhas também é uma ótima opção para aproveitá-las e ainda economizar ainda mais em sua viagem.

No entanto o preço dos produtos costuma ser ruim em relação ao valor em pontos.

Quer saber mais detalhes de como utilizar suas milhas? Então confira nosso artigo sobre como comprar passagens aéreas com milhas.

Encontre a hospedagem ideal para você no BOOKING.COM:


Booking.com

É possível transferir milhas ou receber milhas?

Sim, alguns programas de fidelidade oferecem essa opção e você pode transferir ou receber milhas de outro cliente associado. No entanto é cobrada uma taxa proporcional.

É possível vender milhas?

Sim, há alguns sites que fazem esse serviço de trocas de milhas. Entre os mais conhecidos estão o Clic Viagens e o Hot Milhas que funcionam como agências de viagens. No entanto a maioria das companhias aéreas proíbe a venda.

Existem outras formas de economizar na compra de passagens aéreas seja com milhas ou em dinheiro?

Sim, há a técnica do Stpoover que vale muito a pena para quem quer conhecer mais cidades em um destino.

Essa técnica consiste em adquirir passagem em um voo com escalas. Esses voos geralmente param em uma ou mais cidades antes de chegar a seu destino final.

Dessa forma você poderá conhecer o lugar da escala e ficar nele por alguns dias para depois continuar sua viagem a seu destino final sem pagar nada mais.

Por exemplo, vamos supor que você vai viajar para Los Angeles e pegue um voo com escala em Atlanta.

Assim você poderá passar alguns dias na cidade, para depois seguir viagem para Los Angeles, tendo a oportunidade de conhecer dois lugares sem ter que pagar mais em sua passagem aérea.

No entanto você terá que conversar com a companhia aérea antes de comprar a passagem para ver se há possibilidade de aplicar stpoover no voo que escolheu.

Outra opção é comprar os dois trechos separados, como se fosse um combo, sem ter que gastar nada a mais para isso.

Se você é estudante pode economizar ainda mais nas passagens áreas, adquirindo tarifas especiais.

O site STA Travel (Studente Travel Agency) disponibiliza passagens de estudante, no entanto além do site ser em inglês você deverá provar na hora do check-in que é estudante, apresentando sua carteirinha.

O ideal é adquirir a carteira do estudante internacional (ISIC), dessa forma além de conseguir passagens aéreas mais baratas você ainda poderá economizar em passeios, atrações e transportes não só no Brasil como no exterior.

Esperamos que tenha gostado das dicas e que elas tenham lhe ajudado.

Caso tenha alguma dúvida ou queira dar sua opinião, fique à vontade para comentar.

E se gostou do artigo, compartilhe com os amigos nas redes sociais.

Fontes – Vou pra Califórnia, Abrata, Criando Riqueza, Melhores Destinos, Bank Fácil, Viagem Estadão, Fora da Zona de Conforto

 photo banner real seguro 468 x 60_zpsgvj8olhy.jpg

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!