Seguro viagem geral 728x90

Mastercard Internacional ou Cartão de Crédito Visa Internacional Para Viagens Internacionais- Vale a Pena?

Uma das maiores preocupações dos viajantes que vão realizar viagens internacionais é a forma de levar dinheiro.

Afinal, países diferentes possuem outras moedas (como euro, dólar, peso, iene, entre outros), sendo necessário fazer a conversão para adquirir serviços e produtos.

E entre as formas mais utilizadas pelos viajantes está o cartão de crédito internacional, sendo que o Mastercard Internacional e o Visa Internacional estão entre as bandeiras mais usadas.

Mas será que vale a pena levar cartão de crédito internacional na viagem?

É o que você vai decidir depois de ler as informações que reunimos para você.

Primeiramente vamos saber…

Como funciona o cartão de crédito internacional?

O cartão de crédito internacional funciona da mesma forma que o cartão de crédito convencional. Você pode comprar um serviço ou produto com ele e posteriormente recebe a fatura mensal, para então fazer o pagamento.

No caso do cartão de crédito internacional você pode utilizá-lo para efetuar compras no exterior ou mesmo para sacar dinheiro em caixas eletrônicos em outros países.

Algo interessante de saber é que o valor da fatura já é convertido para o Real, sendo que juntamente com o preço do bem adquirido você deverá pagar a taxa de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) que é de 6,38% e a taxa de conversão que varia de banco para banco.

Para adquirir o cartão internacional é necessário ter no mínimo 18 anos ou 16, no caso de jovens emancipados ou que sejam assistidos pelo pai e tenham rendimento próprio.

As condições exigidas para seu uso, assim como taxas cobradas e benefícios que ele oferece dependerá de seu banco. Por isso antes de utilizar o cartão de crédito internacional é importante consultar seu banco para ficar por dentro de todos os detalhes.

Quais as vantagens?

Imagem de cartões de crédito visa e mastercard
Foto: via Pixabay

O cartão de crédito é uma forma mais segura de levar o dinheiro, pois caso você o perca ou seja roubado, basta cancelá-lo e pedir um novo para seu banco, dessa forma seu prejuízo será menor.

O cartão também tem um sistema de pontos, em que cada vez que você o utiliza acumula mais e mais pontos, os quais podem ser trocados por milhas, que pagarão parte ou o total de sua passagem aérea.

Muitos países exigem que você mostre meios para custear sua viagem, sendo que o cartão de crédito é um deles.

O cartão de crédito também é exigido em caso de depósito caução em hotéis e aluguel de carros.

Caso tenha algum imprevisto ou emergência pode usar o valor do limite do cartão.

Quais as desvantagens?

Você acaba pagando um valor maior do que se comprasse em dinheiro em espécie, uma vez que há a taxa de conversão dos bancos + o IOF + juros.

Ao usar o cartão de crédito você também está sujeito a variações na taxa cambial, podendo pagar mais ou menos do que no dia da compra. Já que o valor das moedas está sempre oscilando. Dessa forma você não tem certeza do quanto exatamente terá que pagar na fatura.

Você também terá que pagar taxas ao sacar o dinheiro no caixa eletrônico através do cartão de crédito, além de ter a possibilidade de pagar juros.

Então, resumindo, as desvantagens são financeiras.

Encontre ofertas em seguro viagem na REAL SEGURO VIAGEM:

Dicas

É importante entrar em contato com seu banco não só para saber mais informações sobre o cartão de crédito, mas para também liberá-lo para uso internacional, assim como informar em quais países você pretende usá-lo.

Não use somente o cartão de crédito, pois os gastos poderão ser bem maiores do que o esperado. O indicado é usá-lo somente para emergências e dar preferência ao dinheiro em espécie.

Saiba que quando você viaja para outro país dentro da União Europeia tem direito à IVA (Isenção de Imposto sobre o Valor Acrescentado). Dessa forma você pode receber a devolução do imposto em forma de dinheiro ou no cartão de crédito no aeroporto.

Mantenha sempre com você telefones e contatos da Central de Atendimento do cartão no exterior para qualquer eventualidade.

Quais outros tipos de cartão?

Também há o cartão de débito e o cartão pré-pago internacional.

Cartão de Débito Internacional

Assim como o cartão de crédito com o cartão de débito é possível efetuar a compra e sacar dinheiro em caixas eletrônicos no exterior.

No entanto neste caso o valor será debitado de sua conta corrente no dia da compra. O valor pago será referente ao preço do produto ou serviço, assim como a taxa cambial e o IOF.

A vantagem dele em relação ao cartão de crédito é que a taxa cambial é referente ao dia da compra e não do pagamento da fatura. Dessa forma você saberá exatamente quanto pagará pela compra.

Cartão Pré-Pago Internacional

No caso do cartão pré-pago, você o carrega com o valor que deseja levar na viagem, podendo recarregá-lo caso o dinheiro acabe.

Você também pode sacar o dinheiro contido no cartão em caixas eletrônicos, sendo que há taxas para efetuar essa ação.

Para carregá-lo você também deve pagar a taxa IOF + o lucro cambial das operadoras e casas de câmbio.

Uma dica é fazer o cartão vinculado a moeda do país que você vai visitar. Dessa forma não terá que pagar pela conversão cambial durante a viagem.

Encontre a hospedagem ideal para você no BOOKING.COM:

Booking.com

E quanto ao dinheiro em espécie?

Essa é a forma mais simples de levar dinheiro para gastar na viagem, sendo a opção mais vantajosa financeiramente.

Para isso basta ir até uma casa de câmbio e trocar o Real pela moeda do país que pretende visitar.

Em caso de moedas fortes como o dólar, euro e libra, é indicado realizar o câmbio no Brasil, uma vez que o Real é desfavorecido em relação a elas.

No caso de outras moedas, cujo valor seja menor que o dólar, vale a pena realizar o câmbio do dólar no Brasil e trocá-lo pela moeda que usará durante a viagem no país de destino.

Qual a conclusão?

É importante levar o cartão de crédito internacional durante a viagem, uma vez que ele pode ser de grande ajuda em caso de imprevistos. No entanto ele não deve ser a única forma de dinheiro utilizada.

O dinheiro em espécie deve ser levado também, pois é a forma mais barata.

O cartão pré-pago é indicado no caso de pessoas que prefiram planejar seus gastos do início ao fim e não gostem de andar com dinheiro em espécie.

Já o cartão de débito pode substituir o de crédito, no entanto não há limites para ele, nem prazos para pagar sua fatura, uma vez que o valor é debitado automaticamente de sua conta.

Sabendo disso, cabe a você decidir quais as opções que mais se adéquam ao seu caso.

Esperamos que as informações tenham ajudado.

Caso tenha alguma dúvida, dica ou queira fazer um comentário, fique à vontade.

E se curtiu o artigo, compartilhe com os amigos nas redes sociais.

Fontes – Wikipedia, Caixa Econômica Federal, Blog Educando Seu Bolso, Passo a Passo Para o Mundo, Compara Online, Dicas Onde Ficar

 photo banner real seguro 468 x 60_zpsgvj8olhy.jpg

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!