Seguro viagem geral 728x90

8 Motivos Para Realizar Intercâmbio no Japão

Já pensou em realizar intercâmbio no Japão?

Saiba que o país do Sol nascente tem oferecido muitas oportunidades em intercâmbio para estrangeiros, o que tem atraído muitos brasileiros a ingressarem nesta nação, cujos costumes são tão diferentes dos nossos.

Além disso, existem outros motivos que chamam a atenção dos intercambistas para realizar intercâmbio no Japão.

Vamos conhecê-los?

1. Ter Acesso a um Ensino de Grande Qualidade

Muita gente se refere ao Japão como um grande exemplo mundial de ensino de qualidade.

Afinal esse país valoriza e muito o professor e se preocupa em oferecer uma educação de primeira desde a mais tenra idade com o objetivo de transformar jovens em profissionais de sucesso.

Imagem de estudantes asiáticos em sala de aula.
Foto: via Pixabay

E isso não é diferente com os intercambistas, pois como dissemos anteriormente o governo japonês oferece várias oportunidades de estudo para estudantes estrangeiros.

2. Poder concorrer a bolsas de estudo

Uma destas oportunidades são as bolsas de estudo, um diferencial do Japão em relação a outros países.

Há bolsas para cursos universitários, inclusive mestrado e doutorado, em que o estudante não precisa saber japonês, mas deve ter o inglês fluente, uma vez que o ensino da língua é obrigatório nas escolas japonesas, sendo importante na comunicação com estrangeiros.

Essas bolsas tem duração de um ano e meio ou dois anos, sendo que os selecionados recebem uma ajuda mensal, passagem de ida e volta e isenção de taxas escolares. Algumas universidades ainda oferecem cursos de japonês nos primeiros seis meses do estudante no país.

Também há bolsas voltadas a cursos profissionalizantes com duração de três anos para jovens que tenham concluído o ensino médio há pouco tempo.

Ainda existem bolsas voltadas para o treinamento de professores do ensino fundamental e médio para que eles possam realizar pesquisas nas áreas relacionadas à educação em uma universidade japonesa. A bolsa tem duração de um ano e meio.

Conheça todas as bolsas que o governo japonês dispõem aos estudantes estrangeiros no site do Consulado Japonês.

Lá você encontrará informações sobre para que público as bolsas são destinadas, seu período de inscrição e como se inscrever para participar da seleção.

Encontre ofertas em seguro viagem para Asia na REAL SEGURO VIAGEM:

Seguro viagem asia 468x60

3. Participar de programas de Intercâmbio

O governo japonês também oferece programas especiais de intercâmbio como o JET Programme.

Nesse programa os candidatos estrangeiros selecionados são contratados como funcionários públicos especiais em repartições públicas regionais. Eles podem trabalhar como CIRs (Coordenadores de Relações Internacionais) ou SEA (Sports Exchange Advisor – Orientador Esportivo/Treinador).

Durante o programa, no caso do Brasil, a função dos CIR é divulgar a cultura brasileira através de palestras e aulas de língua portuguesa, organização de eventos, serviços de tradução e intérprete e quanto aos SEA prestam assistência e treinamento em atividades esportivas.

O objetivo principal do JET Programme é proporcionar o enriquecimento cultural, ensino de línguas estrangeiras e compreensão entre as nações.

Clique aqui para obter mais informações.

4. Realizar Intercâmbio High School

Imagem de turma de alunos sentados estudando em jardim.
Foto: via Pixabay

Este intercâmbio é voltado para jovens que ainda não tenham concluído o ensino médio e queiram passar de um a dois semestres no Japão tendo a experiência de estudar em uma escola de ensino médio japonesa.

Com certeza esse é o sonho de muitos jovens fãs das animações japonesas que mostram escolas regradas, com atividades extracurriculares interessantes, boa organização e respeito (como gostaria de ter sabido desse tipo de intercâmbio mais cedo, rs, rs). As aulas são realizadas no período integral, das 7h30 às 15h.

Um detalhe é que se você fizer este intercâmbio perderá um ano de estudos, pois no Japão é difícil avaliar o estudante estrangeiro, especialmente na questão da dificuldade em aprender a língua japonesa, por isso é necessário terminar os estudos no país de origem para obter o diploma do ensino médio.

No entanto, segundo relatos de estudantes que realizaram este intercâmbio, vale a pena, pois é uma experiência única. Além de conhecer uma nova cultura e aprender com os bons hábitos dos japoneses também é uma ótima oportunidade para aprender japonês e enriquecer o currículo.

Encontre a hospedagem ideal para você no BOOKING.COM:

Booking.com

5. Aprender japonês com eficiência

Imagem de mulher escrevendo ideograma japonês.
Foto: via Pixabay

Também há oportunidades de intercâmbio para quem deseja aprender japonês, sendo que um dos lugares mais cotados para isso é Tóquio, a capital e maior província do país.

Nela existem cursos de qualidade, preparados pra ajudar tanto alunos que possuem algum conhecimento da língua quanto os iniciantes.

Além disso, é interessante saber que nas escolas também ensinam os gestos japoneses que são tão importantes quanto a língua. Eles possuem diferentes significados, fazendo parte da comunicação no país.

6. Participar de programas de estudos para descendentes de japoneses (nikkeis)

A Associação Brasileira de Ex-Bolsistas no Japão (Asebex) é um órgão que ajuda descendentes de japoneses a conseguirem bolsas de estudo.

Entre elas temos:

  • Nippon Zaidan – voltada para projetos de desenvolvimento do país;
  • Kenjikais – promove o intercâmbio cultural para que os imigrantes tenham contato com a província de origem;
  • Kenpi Ryagaku – bolsa internacional voltada a descendentes de todas as colônias japonesas no mundo;
  • Kenpi Kenshu – voltada para aperfeiçoamento profissional;
  • JICA – aperfeiçoamento profissional com bolsas para várias áreas, níveis, faixas etárias e duração;
  • Nikkei Scholarship – projeto de estágio no Japão para nikkeis.

Para saber como concorrer às bolsas e obter maiores informações acesse o site da Asebex.

7. Conhecer uma cultura rica e diferente

Imagem da cidade de Tokyo no Japão movimentada.
Foto: Tokyo, Japão – Pixabay

Ao realizar um intercâmbio no Japão você terá a oportunidade de conhecer uma cultura diferente, encontrando um povo respeitoso, com uma forte tradição familiar e que leva muito a sério suas responsabilidades, visando o bem da comunidade.

Você vai conhecer sua culinária saudável que vai além de sushis, sashismis e lámen, sendo uma das chaves para a longevidade dos japoneses.

Se impressionar com suas tradições milenares, templos, construções antigas e história em meio à modernidade de sua tecnologia de ponta que tem chamado a atenção do mundo e de quebra conhecer a nova geração de jovens descolados e high-tech.

Quem é fã de esportes vai se dar bem com os japoneses que valorizam a prática, especialmente o baseball, corridas, vôlei, tênis, esqui, futebol, artes marciais como karatê e sumô e até mesmo esportes aquáticos como mergulho, surf e vela.

8. Contar com um sistema de transporte de alta qualidade

Imagem de estação de metrô em Tokyo, Japão.
Foto: Estação de Metrô, Tokyo, Japão – Pixabay

Apesar das grandes cidades no Japão serem tumultuadas e terem um trânsito intenso contam com um sistema de transporte de alta qualidade, formado por metrôs, ônibus e trens-bala.

Isso facilita e muito a vida do intercambista, especialmente se você está se adaptando às cidades japonesas.

Informações Adicionais

As bolsas de intercâmbio são oferecidas pelo governo japonês através do Ministério da Educação, Cultura, Esporte, Ciência e Tecnologia. Elas são intermediadas pelo Consulado Geral do Japão em São Paulo.

Se quiser conhecer cada uma das seis bolsas disponibilizadas assim como participar das seleções confira o site do Consulado Japonês.

Quem mora no Rio de Janeiro tem a oportunidade de visitar o Centro Cultural Informativo do Japão, onde pode obter informações sobre guias e prospectos de universidades.

A sede se encontra no centro do Rio de Janeiro, na Avenida Presidente Wilson, 231, salas 1503 e 1504, localizadas no edifício Palácio Austregésilo de Athayde da Academia Brasileira de Letras. Para maiores informações acesse seu site oficial.

Visto Japonês

Lembrando que para realizar intercâmbio no Japão é necessário solicitar um visto japonês.

De acordo com o site do Consulado do Japão no Brasil o visto que deve ser solicitado para quem deseja fazer intercâmbio no país é o visto comum, que é válido para mais de 3 meses.

Para solicitá-lo é preciso ter um passaporte de viagem com pelo menos três meses de validade, formulário de solicitação preenchido e assinado, documentos pessoais como RG, certidão de casamento, entre outros, certificado de elegibilidade e duas fotos 3×4 recentes.

Para mais detalhes acesse o site do Consulado Japonês.

Gostou das informações? Tem algo a acrescentar ou opinar? Deixe seu comentário, sua opinião é importante para nós.

Fontes – Partiu Intercâmbio, Canal do Intercâmbio, Consulado do Japão, Central do Estudante, Experimento, CI, World Study, Japão em Foco, Terra, Bextur, Rede Globo

E se você curtiu o artigo, compartilhe com os amigos nas redes sociais:

 photo banner real seguro 468 x 60_zpsgvj8olhy.jpg

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!