Seguro viagem geral 728x90

7 Motivos Para Realizar uma Viagem para Toquio

Tóquio, a capital do Japão, é uma das maiores metrópoles do mundo, a qual foi fundada em 1457 e compreende um dos mais importantes centros financeiros do planeta.

É nela que você vai encontrar vários cartões postais do Japão, como o Monte Fuji, a Torre de Tóquio e o Palácio Imperial.

Na cidade você poderá apreciar a cultura japonesa, conhecer incríveis lojas e restaurantes e partir para outros destinos do país.

Quer saber mais motivos para realizar uma viagem para Tóquio?

Então fique atento às informações que reunimos para você.

1. Visitar seus Pontos Turísticos Mais Importantes

É impossível realizar uma viagem para Tóquio e não visitar ao menos seus pontos turísticos mais importantes.

Entre eles temos a Torre de Tóquio, que possui 333 metros e foi inaugurada em 1958. Ela teve como inspiração a Torre Eiffel de Paris (França) e dela é possível ter uma vista panorâmica da cidade através de dois observatórios.

Imagem do Palácio Imperial, em Tóquio, no Japão.
Foto: Palácio Imperial, Tóquio, Japão – Expedia

O Palácio Imperial é outro ponto turístico que você não pode deixar de conhecer. Infelizmente se você não for visitar a cidade nos dias 23 de dezembro (aniversário do imperador Akihito) e 2 de janeiro (ano novo) terá que se contentar em ver o palácio de fora. Pois são os únicos dias do ano em que ele é aberto ao público.

Já o Monte Fuji fica nas proximidades da metrópole, sendo um dos mais belos cartões postais do Japão. Trata-se da montanha mais alta da ilha Honshu, sendo desbravada por muitos viajantes aventureiros. O legal é que durante a caminhada dá pra conhecer pontos históricos como casas de chá, antigos templos e cabanas.

2. Conhecer Seus Interessantes Museus

Imagem do Edo-Tokyo Museum, em Tóquio, no Japão.
Foto: Edo-Tokyo Museum, Tóquio, Japão – Japan Guide

Tóquio também possui muitos museus que valem a pena conhecer. Entre eles o Museu Ghibli dedicado ao Estúdio Ghibli, onde você vai encontrar cenários, personagens e informações das animações feitas pelo estúdio.

O Museu Nacional de Arte Ocidental, que foi criado em 1959 e abriga várias obras de artistas ocidentais do século XIX e XX, como Delacroix, Monet, Renoir, Van Gogh, Picasso, Dubuffet, entre outros.

Também há o Edo-Tokyo Museum, museu de história que conta como era o Japão durante o período Edo. Ele foi criado em 1993 e contém maquetes de cidades e edifícios desse período, assim como uma réplica em tamanho natural da Nihonbashi, ponte que conduzia a Edo.

Outro museu interessante é o Museu Nacional de Ciência do Japão, o qual conta com uma boa variedade de exposições e experiências científicas interativas.

3. Passear em Seus Belos Parques

Imagem de pessoas andando entre cerejeiras no Shinjuku Gyoen National Park, em Tóquio, no Japão.
Foto: Shinjuku Gyoen National Park, Tóquio, Japão – Shutterstock

Tóquio também é rica em parques urbanos, os quais dão mais leveza e charme à metrópole. Entre eles temos o Shinjuku Gyoen, um belo jardim de 58,3 hectares. Ele três estilos, francês, inglês e japonês. Estão plantadas no parque mais de 20 mil árvores, sendo 1500 cerejeiras. É um belo lugar para caminhar, observar a natureza e até mesmo fazer um piquenique.

Outro parque bem frequentado é o Yoyogi, que também contém belas cerejeiras, sendo um espaço mais descontraído, onde fãs de diferentes estilos de músicas, especialmente rock se reúnem. Também é um ótimo lugar para fazer piqueniques.

Já o Hamarikyu Gardens é cercado por um fosse de água salgada da Baía do Tóquio e tem como diferencial uma casa de chá, que se encontra no meio do lago do jardim. Lá os visitantes poderão ver a cerimônia do chá japonesa e saborear deliciosos doces japoneses. O parque também tem ameixeiras e flores cosmos.

4. Visitar Monumentos Históricos

Imagem do Santuário Meiji, em Tóquio, no Japão.
Foto: Santuário Meiji, Tóquio, Japão – Tripadvisor

Tóquio é rica em monumentos históricos, sendo que se você é fã de história vai apreciar muito a visita a esses interessantíssimos lugares.

Entre eles está o Castelo Edo, que foi construído em 1457 pelo samurai Ota Dokan. Durante a Restauração Meiji, o lugar foi moradia do imperador. É possível ver fossos, paredes e muralhas defensivas no castelo e atualmente ele se encontra aberto para visitação.

Outro monumento interessante é o Santuário Meiji, um templo xintoísta feito em homenagem aos espíritos do imperador Meiji e sua esposa, a imperatriz Shoken. Ele foi construído em meio a uma floresta, tendo 700 mil km² de área.

Em seu interior você encontrará um museu de tesouros que abriga artigos dos imperadores e em seu exterior a Galeria Memorial de Fotos Meiji, com uma coleção de murais ilustrativos de eventos das vidas do imperador e imperatriz. Atualmente o santuário é usado para a realização de casamentos xintoístas.

O Zozo-ji é um templo budista, tendo origem no século IX. Seis dos 15 Tokugawa shoguns foram enterrados no tempo. O lugar também conta com um grande salão, um jardim particular, cemitério com fileiras de estátuas de pedra que representam crianças que nasceram mortas, seja por abortos ou que morreram no nascimento.

Uma curiosidade interessante é que os pais podiam escolher uma estátua no jardim e decorá-las com roupas pequenas e brinquedos, sendo que as mesmas são acompanhadas por um pequeno presente para Jizo, guardião das crianças, que segundo a crença budista garante que elas sejam trazidas para a vida após a morte.

Encontre ofertas em seguro viagem para a Ásia na REAL SEGURO VIAGEM:

Seguro viagem asia 468x60

5. Saborear sua Gastronomia

Tóquio não possui somente restaurantes de comida japonesa. Na cidade você encontrará uma grande variedade que traz chefes famosos e pratos internacionais deliciosos. Por isso ela é considerada por muitos a capital gastronômica do mundo.

Entre os pratos japoneses mais apreciados estão o sushi e o sashimi, o tonkatsu (filé de porco à milanesa), okonomiyaki (espécie de panqueca japonesa feita na chapa com frutos do mar), shabu-shabu (fatias finas de carne bovina e legumes cozidos em caldo de carne) e o famoso lámen (macarrão em caldo de carne e legumes).

Lá você também encontrará restaurantes de qualidade que servem comida chinesa, francesa, coreana, italiana, alemã e até mesmo fast food. Por isso não se preocupe, há comidas para todos os gostos e bolsos.

6. Viajar em seu Transporte Eficiente

Saiba que Tóquio possui o melhor e mais completo sistema de transporte urbano. As estações de trem e metrô possuem uma boa infraestrutura, contendo avisos em inglês e os nomes das estações. Além disso, cobrem diversos pontos da cidade.

Os ônibus também são bem pontuais e eficientes. A única questão é que as ruas não tem nomes, nem as casas números, por isso é sempre bom andar com um mapa.

Os táxis não valem muito a pena, devido ao preço, a não ser em caso de emergência.

Encontre a hospedagem ideal para você no BOOKING.COM:


Booking.com

7. Conferir seus Festivais

Em Tóquio também costumam ocorrer muitos festivais e festas animais. Entre eles os festivais de fogos de artifício (hanabi) como o Sumidagawa Hanabi Taikai, Tokyo Wan dai Hanabi-sai, Tamagawa Hanabi Taikai, em que as pessoas se vestem de yukata (quimonos informais de verão) e vão com parentes e amigos em um espaço cheio de barraquinhas de comida e jogos.

Outros festivais que ocorrem na metrópole são: Festival da Florada da Cerejeira (na primavera), Festival da Folhagem (no outono) e de Ano Novo.

Quer conhecer outros lugares no Japão? Então clique na matéria abaixo:

7 Motivos Para Realizar uma Viagem Para o Japão

Dicas

Não há voos diretos entre o Brasil e Tóquio, sendo necessário fazer escala em outros países como Estados Unidos, Canadá e União Europeia. Lembrando que se for fazer escala nos EUA ou Canadá, precisará de um visto do país.

Para entrar em Tóquio é preciso ter um visto japonês, que é concedido através do Consulado do Japão.

A cidade, assim como outros lugares do Japão, costuma apresentar valores mais salgados, devido ao custo de vida caro. Por isso é bom planejar bem a viagem antes de ir para lá.

A melhor época para visitar a cidade é entre os meses de março e maio, setembro e novembro quando o clima está mais ameno e a metrópole menos lotada, sendo possível passear livremente pela cidade.

Esperamos que as informações tenham ajudado.

Caso tenha alguma dúvida, dica ou queira deixar um comentário, fique à vontade.

E se curtiu o artigo, compartilhe com os amigos nas redes sociais.

Fontes – Wikipedia, Preciso Viajar, Quanto Custa Viajar, Viagem e Turismo, Viagem Uol, Japão em Foco, Century Travel

 photo banner real seguro 468 x 60_zpsgvj8olhy.jpg

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!