Seguro viagem geral 728x90

7 Motivos Para Realizar uma Viagem Para Ruanda

Ruanda é um país africano que se encontra na região dos Grandes Lagos. Diferente da maior parte dos países africanos, Ruanda apresenta um clima fresco, devido a seu relevo montanhoso.

É em Ruanda que você terá a oportunidade de ver os famosos gorilas das montanhas, uma espécie em perigo de extinção.

O país também conta com uma natureza exuberante formada por savanas, florestas e montanhas, além de um povo sorridente e receptivo.

Após sofrer com o genocídio de 1994, Ruanda se reergueu, tornando-se um dos países mais desenvolvidos do continente africano.

Quer saber mais motivos para realizar uma viagem para Ruanda?

Então fique atento às informações que reunimos para você.

1. Visitar Kigali

Kigali é a capital e maior cidade de Ruanda. Entre os lugares mais visitados se encontram a Kandt House, onde viveu o alemão Richard Kandt e hoje se transformou no Museu de História Natural.

Nele você encontrará exposições que contam a relação entre natureza e história, inclusive uma exposição de cobras vivas.

O Memorial do Genocídio foi feito em homenagem ao genocídio de 1994 contra os tutsis, em que mais de 800 mil pessoas morreram.No lugar se encontram enterrados os restos de mais de 250 mil pessoas.

Outro lugar famoso na cidade é o Museu do Palácio Presidencial. O edifício foi o lar de dois presidentes da Ruanda e suas famílias, Habyarimana Juvenal e Sindikubwabo Theodore. Nele você vai conferir a história dos presidentes e conhecer os aposentos que se encontram bem conservados.

2. Ver os Gorilas no Parque dos Vulcões

Imagem de gorila em meio a folhagens no Parque dos Vulcões, em Ruanda.
Foto: Gorila no Parque dos Vulcões, Ruanda – Pixabay

Sem dúvida a principal atração de Ruanda são os gorilas das montanhas. Uma espécie em extinção que chama a atenção por sua organização familiar e tamanho, sendo o maior primata do mundo.

É possível observar um terço dos gorilas remanescentes no Parque dos Vulcões, que é composto por parte das montanhas Virunga, formadas por oito grandes vulcões, que se encontram distribuídos por Ruanda, Congo e Uganda, cada qual com seu parque nacional. No Parque dos Vulcões se encontram cinco dos oito vulcões.

No parque é possível encontrar 18 famílias de gorilas, cada qual contendo de 20 a 50 indivíduos. Para chegar até os gorilas você deve percorrer um longo caminho acompanhado por um guia, caminhando de 2 a 4 horas pelas encostas dos vulcões.

O legal é que os guias sabem por onde os gorilas passaram e ainda reconhecem os indivíduos por seus nomes, uma vez que quando nascem os guardas florestais os batizam com um nome. Uma curiosidade interessante é que os gorilas podem ser reconhecidos por seus narizes, uma espécie de impressão digital.

E você poderá acompanhar esses incríveis primatas e observá-los por uma hora. Eles estão tão acostumados com a presença humana que agem normalmente mesmo na presença dos visitantes. Sem dúvida uma experiência incrível.

O parque foi a base de operações da famosa naturalista Dian Fossey, que após 20 anos trabalhando na preservação dos gorilas foi assassinada, provavelmente por caçadores contra quem ela lutava. Sua influência resultou na criação do Centro de Pesquisa de Karisoke, que

3. Explorar a Floresta Nyungwe

Imagem de pessoas fazendo trilha na Floresta Nyungwe, em Ruanda.
Foto: Trilha na Floresta Nyungwe, Ruanda – Getty Images

Outro parque nacional que vale a pena visitar em Ruanda é o da Floresta Nyungwe, a maior floresta preservada nas montanhas ao longo da África Central.

Nela você vai encontrar mais de 200 espécies de plantas, treze espécies de primatas, como chimpanzés e macacos arborícolas, além de diversas espécies de aves, anfíbios e répteis. O parque é formado por uma floresta de bambu, prados, pântanos e brejos.

No parque há um grande número de trilhas, onde você poderá observar as aves e acompanhar os chimpanzés, podendo passar um bom tempo em torno deles. O legal é que diferente do Parque dos Vulcões o tempo não é limitado a uma hora, assim você pode aproveitar para observar à vontade os animais.

A cidade mais próxima do local é Cyangugu.

Encontre ofertas em seguro viagem para a África na REAL SEGURO VIAGEM:

 photo banner real seguro 468 x 60_zpsgvj8olhy.jpg

4. Conhecer o Parque Akagera

Imagem de girafas no Parque Nacional Akagera, em Ruanda.
Foto: Parque Nacional Akagera, Ruanda – BoomsBeat

No Parque Akagera você verá a típica paisagem da savana africana, contendo também área montanhosa e pântano.

No lugar há uma grande diversidade de mamíferos de grande porte como girafas, búfalos, hipopótamos, zebras e elefantes, além de várias espécies de aves e crocodilos.

Além disso, o parque possui um grande sistema de lagos e pântanos que formam a maior zona úmida protegida na África Central. Ele também é um dos parques mais antigos da África, sendo criado em 1934.

Nele você poderá realizar safáris, passeando de duas a três horas em um carro confortável ao mesmo tempo em que observa as belas paisagens do lugar. O Parque Akagera também conta com áreas de acampamento e pousadas para dar mais conforto aos visitantes que desejam ficar mais tempo.

Ainda é possível passear de barco ao longo das margens do Lago Ihema, o segundo maior lago de Ruanda, onde você poderá ver aves aquáticas e peixes.

Quer conhecer outros destinos africanos? Então confira os artigos abaixo:

7 Motivos Para Realizar uma Viagem para Africa do Sul

7 Motivos Para Realizar uma Viagem Para Namibia

5. Curtir um Clima Fresco

O legal de Ruanda é que diferente da maior parte dos países africanos suas temperaturas não são tão elevadas, contendo um clima mais agradável e fresco.

Isso se deve ao fato de sua altitude ser elevada. A única coisa é que o país tem um período mais longo de chuvas, não sendo recomendado visitar o país entre março e maio, para não atrapalhar os passeios.

O indicado é realizar uma viagem para Ruanda entre junho e setembro, em sua estação seca, onde poderá aproveitar mais os passeios ao ar livre.

6. Visitar Gisenyi

Imagem de paisagem em Gisenyi, em Ruanda.
Foto: Paisagem em Gisenyi, Ruanda – View From Dar

Se você também curte praia e quer dar uma relaxada após tantas aventuras em trilhas e safáris, pode vistar Gisenyi, uma cidade resort que se encontra às margens do Lago Kivu.
Nela você poderá curtir hotéis com boa infraestrutura e três praias, onde você poderá praticar esportes aquáticos e relaxar.
Encontre a hospedagem ideal para você no BOOKING.COM:

Booking.com

7. Saborear sua Gastronomia

A culinária em Ruanda é saborosa, sendo que seus pratos não são tão exóticos e diferentes, contendo ingredientes bem conhecidos pelos brasileiros.

Entre sues prahttp://viajantesdeprimeiraviagem.com.br/7-motivos-para-realizar-um-safari-no-quenia/tos típicos estão ubugari (uma pasta feita com mandioca ou milho), isombe (feito com filhas de mandioca amassadas e servidas com peixe seco), ikivuguto (um tipo de iogurte), pratos feitos com tilápia, um dos peixes mais consumidos do país, entre outros.

Dicas

Não há voos diretos entre Brasil e Ruanda, sendo necessário fazer escala em outros países como África do Sul, Tanzânia, Quênia, Etiópia, França e Bélgica.

Brasileiros precisam de visto de viagem para entrar em Ruanda. Não há embaixada da Ruanda no Brasil, sendo que o serviço de retirada de visto é realizada pela embaixada nos EUA. O visto custa 30 dólares e é possível realizar o processo de retirada online. Acesse o site da Embaixada de Ruanda nos EUA para mais informações.

Também é necessário passaporte com no mínimo seis meses de validade e certificado de vacinação contra a febre amarela.

A moeda usada em Ruanda é o franco de ruanda. No país se fala francês e inglês.

Esperamos que as informações tenham ajudado.

Caso tenha alguma dúvida, dica ou queira deixar sua opinião, fique à vontade para comentar.

E se curtiu o artigo, compartilhe com os amigos nas redes sociais.

Fontes: Expert Africa, New Times, Rhino Africa, Quatro Cantos do Mundo, Para Onde For, Alma de Viajante, Adventure Club, Ecoviagem, Wikipedia

 photo banner real seguro 468 x 60_zpsgvj8olhy.jpg

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!