Seguro viagem geral 728x90

7 Motivos Para Realizar uma Viagem Para Polonia

A Polônia é um país que se encontra na Europa Central, o qual ficou duramente marcado pela Segunda Guerra Mundial e a Guerra Fria. No entanto ele deu a volta por cima e hoje é considerado um dos países mais prósperos do continente europeu.

Os turistas se veem atraídos por sua rica história, bela arquitetura e cultura. Para ajudar os poloneses também se mostram gentis, recebendo muito bem os estrangeiros.

Quer saber mais motivos para realizar uma viagem para a Polônia?

Então confira as informações que reunimos para vocês.

1. Conhecer Cracóvia e Refletir em Auschwitz

Apesar de não ser a capital da Polônia, Cracóvia é a cidade mais visitada pelos turistas.

Isso se deve ao fato dela ser a cidade mais próxima de Auschwitz, o centro de concentração nazista mais bem preservado do mundo.

Mais de 1 milhão de pessoas morreram em Auschwitz, seja nos campos de trabalho ou nas câmaras de gás. Visitar suas dependências é como retornar ao passado e refletir sobre o horror praticado no local assim como entender um pouco a História polonesa durante a Segunda Guerra.

Mas Cracóvia possui pontos turísticos mais encantadores como seu belo centro histórico que contém boa parte dos monumentos da cidade.

Entre eles, a Praça do Mercado (Stare Mistro), que é a maior praça medieval da Europa, onde você vai encontrar a Basílica de Santa Maria, construída em estilo gótico com duas torres desiguais, sendo datada do século XI.

Também há o Sukiennice, o mercado propriamente dito que contém diversas lojas, restaurantes, assim como o Museu Nacional de Arte de Cracóvia.

Imagem do castelo Wavel, na cidade de Cracóvia, na Polônia.
Foto: Castelo Wavel, Cracóvia, Polônia – Pixabay

Próximo ainda há a Barbacã, uma torre de defesa que fazia parte de uma rede de fortificações que protegiam a cidade e o Castelo Wawel, uma fortificação feita de pedra, edificada em 1265.

Como Cracóvia não foi bombardeada durante a Segunda Guerra você encontrará seus monumentos históricos bem conservados.

A cidade também é universitária, sendo conhecida por receber estudantes ilustres como o Papa João Paulo II (que era polonês), Frederic Chopin (famoso compositor), Roman Polánski (cineasta que dirigiu o filme “O Pianista”), Nicolau Copérnico (famoso físico que criou a teoria heliocêntrica do Sistema Solar) e Maria Curie (primeira cientista a receber o prêmio Nobel duas vezes, sendo pioneira no ramo da radioatividade).

2. Visitar a Capital da Polônia, Varsóvia

Imagem do centro histórico de Varsóvia, na Polônia.
Foto: Centro Histórico, Varsóvia, Polônia – Pixabay

Varsóvia, capital da Polônia, também vale a pena ser conhecida. Apesar de ter sido bombardeada durante a Segunda Guerra Mundial, a cidade foi reformada, conservando vários monumentos, tanto que seu Centro Histórico é considerado Patrimônio Mundial da Unesco.

Nela você vai encontrar a Praça do Mercado, parte da fortaleza Barbicã e a Catedral de São João, a qual foi construída originalmente no século XIV em estilo gótico, sendo reconstruída após a Segunda Guerra.

Outro belo ponto da cidade é o Castelo Real de Varsóvia, um antigo palácio real que foi a residência oficial dos Reis da Polônia. Ele possui cerca de 7 séculos e hoje é um museu nacional, aberto à visitação.

Fugindo um pouco dos monumentos históricos, temos o Parque Lazienki, o maior parque da cidade, o qual contém 80 hectares, sendo um lugar agradável para passear e apreciar a natureza.

Encontre ofertas em seguro viagem para a Europa na REAL SEGURO VIAGEM:

Seguro viagem europa 468x60

3. Passear por Lodz

Lodz é uma antiga cidade polonesa, sendo fundada em 1423. Ela possui várias construções históricas que chamam a atenção, como a Catedral de Santo Isaac, uma igreja ortodoxa construída em 1884.

sendo também conhecida por ter o maior cemitério judeu da Europa e a maior rua do continente europeu, a Ulica Piotrkowska, com 4,2 km de comprimento.

4. Apreciar a Natureza do Parque Nacional Bialowieza

Imagem do Parque Nacional Bialowieza, na Polônia.
Foto: Parque Nacional Bialowieza, Polônia – Pixabay

Se você curte a natureza, uma ótima oportunidade apreciá-la é visitar o Parque Nacional Bialowieza. Ele fica na cidade de Bialowieza e reserva a floresta virgem bem mais preservada da Europa, além de ser um dos parques mais antigos.

Nela você poderá ver bisões selvagens, animais difíceis de serem encontrados na Europa. Além disso, há árvores de mais de 120 anos de idade e 50 metros de altura.

Também há vestígios de civilizações pré-históricas na floresta, como cemitérios, um grupo de antigos carvalhos que se encontra próximo à aldeia de Bialowieza e que contém os nomes dos reis da Lituânia e da Polônia e um monumento que comemora a derrota do rei Augustus III da Saxônia, em 1752.

Encontre a hospedagem ideal para você no BOOKING.COM:


Booking.com

5. Explorar as Cidades de Lublin e Elk

Outras cidades que chamam a atenção na Polônia são Lublin e Elk. Lublin é uma das cidades mais antigas do país, sendo fundada aproximadamente no século VI, contendo um bonito centro histórico, datado da Idade Média.

No centro histórico você irá encontrar a Praça do Mercado, onde fica o edifício do Tribunal Real e casas com fachadas coloridas. Outro belo monumento da cidade é o Castelo Lublin, que foi construído entre os séculos XIV e XVI, sendo reconstruído no século XIX.

Já a cidade de Elk é mais pitoresca. Ela é cercada por uma floresta e conta com um pequeno centro histórico e um belo lago com cisnes. Lá também se encontram um antigo castelo e a catedral, que rendem ótimas visitas.

6. Experimentar a Culinária Polonesa

Imagem de bigos, prato polonês.
Foto: Bigos – Pixabay

É sempre interessante experimentar uma culinária nova, e na Polônia você poderá apreciar uma gastronomia diferente da encontrada no Brasil.

Ela se originou através de tradições eslavas e estrangeiras (entre elas turca, alemã, húngara, judaica, russa, francesa, entre outras), contendo pratos ricos em carne e diversos tipos de temperos, assim como massas e bolinhos.

Entre seus pratos mais populares estão bigos (chucrute com pedaços de carne e linguiça), schabowy (bistecas de porco empenadas), chlodnik (sopa fria de beterraba), golonka (juntas de carne de porco cozidas com legumes), kolduny (bolinhos de massa de carne), golonka (guisado de joelho de porco), entre outras.

Já as sobremesas compreendem kutia (prato servido no Natal feito com sementes de papoula, trigo, nozes e guloseimas), chalka (pão doce de trigo branco), paczek (bolinhos de massa fritos recheados com geleia de rosas e frutas em conserva), budýn (pudim aromatizado), entre outras delícias.

7. Transporte de Qualidade

Outra coisa boa no país é que assim como muitos da Europa conta com um transporte de qualidade e bem pontuais.

Especialmente seus trens que contam com estações bem localizadas e dão a oportunidade para os turistas conhecerem diferentes cidades do país assim como viajar para países próximos.

O sistema de ônibus também possui uma boa qualidade, sendo tão bom para circular nas cidades quanto em viagens internacionais a países próximos, como Alemanha e Eslováquia. Os ônibus além de serem baratos oferecem padrões de conforto altíssimos equivalentes à primeira classe em aviões.

Também é possível circular de carro pelo país, uma bem que as estradas são bem conservadas e sinalizadas.

Dicas

Algo legal de saber é que não é necessário visto de viagem para realizar uma viagem à Polônia, apenas um passaporte válido.

Isto é, se for permanecer no país no máximo 3 meses com intuito de turista.

Não há voos diretos entre Brasil e Polônia, por isso a melhor forma de chegar é fazer conexão em algum país da Europa como França e Inglaterra e de lá partir para Varsóvia.

Também é possível seguir de trem através de países que fazem fronteira com a Polônia como Alemanha, República Tcheca e Áustria.

A melhor época para visitar o país é durante os meses de maio a setembro (correspondente à primavera e verão europeu) quando as temperaturas são mais quentes e os dias mais longos.

Já o inverno é rigoroso podendo chegar a -20°C. Algo interessante de saber é que chove no país o ano todo.

Esperamos que tenha gostado das informações e que elas tenham ajudado.

Caso tenha alguma dúvida, dica ou queira comentar algo, fique à vontade.

E se curtiu o artigo, compartilhe com os amigos nas redes sociais, assim estará nos ajudando a divulgar nosso trabalho.

Fontes – Wikipedia, Contos da Mochila, João Leitão, Viaje Aqui Abril, Manual do Turista, Hola Polonia

 photo banner real seguro 468 x 60_zpsgvj8olhy.jpg

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!