Seguro viagem geral 728x90

7 Motivos Para Realizar uma Viagem Para Namibia

A Namíbia é um país que pertence à África Austral, sendo um dos destinos mais interessantes do continente.

Nele você vai encontrar belas reservas naturais, desertos fantásticos com imensas dunas, cidades com arquitetura europeia, contrastando com o cenário natural, o segundo maior cânion do mundo, entre outras atrações.

Quer saber mais motivos para realizar uma viagem para Namíbia?

Então confira as informações que reunimos para você.

1. Conhecer Windhoek

Windhoek é a capital da Namíbia, a qual se encontra no meio do país. Trata-se de uma cidade limpa e muito bonita, tendo uma bela arquitetura europeia, onde é possível ver o toque alemão, uma vez que por muitos anos o país foi colonizado pela Alemanha.

A cidade contrasta grandemente com outros pontos turísticos do país, tendo um aspecto bem urbano e europeu. Ente suas atrações está a Igreja de Cristo (Christ Church), sendo inaugurada em 1910. Ela foi edificada em estilo neo-românico, Art Nouveau e gótico, tendo 24 metros de altura, sendo construída com quartzo de arenito e mármore.

Outro lugar interessante é o Alte Feste, uma fortaleza edificada em 1915, para servir como sede imperial alemão. Trata-se da edificação mais antiga da cidade, que se desenvolveu ao seu redor. Hoje funciona como o Museu Nacional da Namíbia.

Imagem do Zoo Park, na cidade de Windhoek, na Namíbia.
Foto: Zoo Park, Windhoek, Namíbia – Pixabay

O Monumento Equestre (Reiterdenkmal) também chama a atenção. Trata-se de uma estátua inaugurada em 27 de janeiro de 1912 em comemoração ao aniversário do imperador alemão Wilhelm. É uma estátua de bronze que se encontra no pátio do Alte Feste, homenageando soldados e civis que morreram durante a Guerra do Herero e Namaqua de 1904 a 1907.

Além das atrações culturais, Windhoek também conta com a reserva natural Daan Vijoen, onde é possível observar animais, acampar e até mesmo caçar, o Zoo Park, que contém uma área verde, um lago, além de um playground, e o Haven Zoological Park, o zoológico da cidade, onde há várias espécies de animais e até mesmo é possível alimentá-los.

2. Fazer um Safári em Parques Nacionais

Imagem de elefante comendo no Parque Nacional Etosha, na Namíbia.
Foto: Parque Nacional Etosha, Namíbia – Pixabay

Como não poderia faltar em um país da África, a Namíbia também é famosa por seus safáris. Entre os maiores parques nacionais do país está o Etosha, o qual tem mais de 20 mil km² e contém uma grande diversidade de animais, entre mamíferos como leões, girafas, hienas, zebras e rinocerontes, além de aves e répteis.

Algo interessante desse parque é que como seu clima é árido e existem apenas algumas fontes de água, sendo algumas artificiais, é possível ter uma visão privilegiada da reunião de diferentes espécies, que vão até essas fontes para matar sua sede. Uma ótima oportunidade para tirar belas fotografias.

Outro parque nacional é o Mudumu que se encontra na margem do Rio Okavango e possui 737 km². Nele você poderá observar a migração de bandos de animais como elefantes, além de hipopótamos, búfalos, zebras, entre outros.

Já o Parque Nacional Bwabwata tem 6274 km², sendo uma reserva rica em diversidade de animais, como elefantes, cudos, zebras, antílopes e búfalos. É uma área importante, pois faz parte da rota de migração do elefante africano e outras espécies que rumam para Angola.

3. Visitar o Fish River Canyon

Imagem do Fish River Canyon, na Namíbia.
Foto: Fish River Canyon, Namíbia – Pixabay

Uma das principais atrações da Namíbia é o Fish River Canyon, o segundo maior cânion do mundo, depois do Grand Canyon nos EUA.

Sua ravina é gigantesca, tendo 160 km de comprimento, 27 km de largura e 550 m de profundidade. No lugar você poderá observar o Fish River que inunda durante o verão e o restante do ano forma uma cadeia de piscinas longas e estreitas.

No lugar você também encontrará algumas plantas resistentes à e espécies de animais como, zebras da montanha de Hartmann, kudus, antílopes, babuínos, garças, avestruz, entre outras aves.

Uma parte do Fish River Canyon compreende o Ai Ais National Park, que tem como objetivo preservar o lugar. Também há um acampamento e um resort com águas termais.

4. Explorar o Sossusvlei

Imagem de Sossusvlei, o Deserto da Namíbia.
Foto: Sossusvlei (Deserto da Namíbia) – Pixabay

Sossusvlei é o Deserto da Namíbia, um lugar impressionante, que compreende uma área de 50 mil km², dentro do Parque Nacional Naukluft, a maior reserva natural do mundo.

Nele você encontrará um cenário desértico formado por dunas de diferentes formatos, fósseis de árvores e areia até onde a vista alcançar. A duna mais alta do lugar é a Big Daddy, a qual tem 380 metros de alura.

Algo interessante de saber é que as dunas permanecem as mesmas, não movendo sua base, já que as raízes das plantas permitem sua fixação, dessa forma elas são numeradas, sendo possível identificá-las.

Estima-se também que Sossusvlei seja o deserto mais antigo do mundo, com cerca de 43 milhões e anos. É o lugar perfeito para visitar ao nascer e por do sol, uma vez que os raios solares formam belos tons nas dunas, que rendem ótimas fotos.

O nome Sossusvlei significa “pântano sem saída”, dando uma ideia real do lugar, que compreende uma área circundante com altas dunas de areia, pântanos que se formam durante a época de chuvas e alguns animais como artrópodes, pequenos répteis e pequenos mamíferos como roedores e chacais. Animais maiores como antílopes e avestruzes aparecem durante as épocas de cheia.

Encontre ofertas em seguro viagem para a África na REAL SEGURO VIAGEM:

Seguro viagem africa 468x60

5. Visitar uma Tribo Himba

Se você curte experiências culturais vai apreciar muito a visita a uma tribo Himba, um dos povos mais antigos do país, que tem resistido às mudanças globais, mantendo-se isolados em aldeias e comunidades fechadas.

Dessa forma você poderá conhecer a melhor a cultura deles e suas tradições. Um costume desse povo é que as mulheres passam Otjize na pele e cabelos. Trata-se de uma pasta de manteiga, gordura e ocre vermelho. isso é para diferenciar homens e mulheres e também para proteger a pele do sol e insetos.

As casas dos Himba são construídas com barro e esterco de vaca, tendo a estrutura arredondada. O curioso é que essa mistura ameniza a temperatura nos dias quentes e mantém o calor nas noites frias. Eles usam couros de vaca e cobra para fazer suas camas e roupas.

Algo interessante é que como a água é escassa no lugar eles fazem a higiene pessoal através da fumaça, queimando resina e algumas plantas aromáticas para se banhar. Tanto os meninos como as meninas são circuncidados antes de chegarem à puberdade.

Esse povo cria gados e cabras, sendo que as mulheres ordenham o gado e até mesmo constroem as casas, tendo as tarefas mais pesadas enquanto que os homens estão mais ligados à questões políticas e legais, ficando mais distantes com os animais ou bebendo em algum lugar.

6. Conhecer Outras Maravilhas Naturais da Namíbia

Imagem do Dead Vlei, na Namíbia.
Foto: Dead Vlei, Namíbia – Pixabay

Além dos lugares citados, a Namíbia conta com outras maravilhas naturais que valem muito a pena conhecer.

Entre elas está Spitzkoppe, um grupo de montanhas que se encontra em meio à planície do deserto. Elas foram formadas através da erosão de materiais que as contornavam. Essa formação rochosa tem mais de 700 milhões de anos, segundo cientistas, e atinge 1784 metros de altura.

No lugar você encontrará pinturas rupestres de bosquímanos (ancestrais dos povos coletores da região).

Outro lugar interessante é o Dead Vlei, uma região planta, seca e estéril, onde não há água, devido ao bloqueio das dunas. No entanto o que chama a atenção do lugar são as árvores mortas que se encontram no lugar, as quais não entraram em decomposição devido ao clima seco, formando um cenário fantástico. E detalhe elas se encontram mortas há cerca de 900 anos.

Fugindo um pouco das paisagens desérticas temos o Orange River, o rio mais longo da África do Sul, que faz fronteira com a Namíbia. Ele é famoso por suas corredeiras, sendo o lugar ideal para praticar canoagem e se refrescar do calor escaldante que faz no lugar.

Encontre a hospedagem ideal para você no BOOKING.COM:


Booking.com

7. Se Deparar com uma Grande Diversidade Cultural

Na Namíbia você também se deparará com uma grande diversidade cultural, sendo que apesar de sua língua oficial ser inglês, você encontrará muitas pessoas falando alemão, africâner (língua derivada do holandês falado na África do Sul e línguas nativas).

Além de se deparar com grupos étnicos diferentes, entre descendentes de tribos africanas e europeus.

Ao mesmo tempo em que observa diferentes cenários, entre cidades com arquitetura europeia, lugares inóspitos e desérticos, savanas e áreas rurais.

Dicas

Não é necessário visto de viagem para visitar a Namíbia, apenas passaporte válido.

Não há voos diretos entre Namíbia e Brasil, sendo necessário fazer escala na África do Sul e de lá apanhar um transporte para o país.

Você poderá viajar de avião (a opção mais cara e prática), ônibus (que tem uma boa estrutura) ou carro ( a opção mais escolhida pelo preço e autonomia).

A melhor época para visitar o país é entre os meses de maio e outubro, quando as temperaturas estão mais amenas. Evite visitar o país na estação de chuva intensa, entre os meses de janeiro e abril, pois podem atrapalhar os passeios e o clima é mais quente.

Esperamos que as informações tenham ajudado.

Caso tenha alguma dúvida, dica ou queira compartilhar sua opinião, deixe seu comentário.

E se curtiu o artigo, compartilhe com os amigos nas redes sociais.

Fontes – Em Algum Lugar do Mundo, Expert Africa, Wikipedia, Viagem e Turismo, João Leitão, Viagem Uol, Viajar entre Viagens

 photo banner real seguro 468 x 60_zpsgvj8olhy.jpg

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!