Seguro viagem geral 728x90

7 Motivos Para Realizar uma Viagem Para Islandia

A Islândia é um país nórdico insular que se encontra no oceano Atlântico entre a América e Europa e pertence à região da Escandinávia.

Trata-se de um dos países mais ricos do mundo, que contém uma boa qualidade de vida, uma natureza diferente e exuberante e uma cultura interessante.

Quer saber mais motivos para realizar uma viagem para Islândia?

Então confira as informações que reunimos para você.

1. Visitar Reykjávik

Reykjávik é a capital e maior cidade da Islândia. É um lugar bonito e que contém ótimas atrações, excelente para iniciar sua viagem pelo país.

Entre elas se encontra a igreja Hallgrímskirkja, uma igreja luterana que possui uma arquitetura bem diferente e futurista, que foi desenhada para imitar o movimento da lava de um vulcão. Ela foi inaugurada em 1986 e conta com 74,5 metros de altura, sendo a igreja mais alta do país. Em suas partes mais altas é possível ter uma visão panorâmica da cidade.

Na cidade você também poderá visitar o Museu Nacional da Islândia, que é dedicado a contar a história e cultura do país. Nele você encontrará mais de 16 mil objetos datados dos tempos da colonização até os dias atuais, entre eles roupas, ferramentas agrícolas, móveis e barcos de pesca.

Imagem da igreja Hallgrímskirkja, na cidade de Reykjávik na Islândia.
Foto: Igreja Hallgrímskirkja, Reykjávik, Islândia – Pixabay

Outro museu interessante a o mesmo tempo curioso é o Museu Falológico Islandês, que contém um acervo dedicado ao falo (pênis), contendo exemplares de 93 espécies de animais. O museu foi fundado em 1997 pelo professor Sigurõr Hjatarson. Algo bizarro é que um homem de 95 anos doou seu pênis ao museu, que o uniu a seu acervo em 2011.

Também há o Museu Marítimo Viking, que se encontra junto ao antigo porto da cidade. Ele foi inaugurado em 2005 e conta com exposições que fala sobre a história marítima irlandesa.

Se você gosta de animais, em especial as baleias, que são muito apreciadas na Islândia vai curtir a visita à Whale of Iceland, a maior exposição de baleias do mundo, onde você poderá ver 23 modelos de tamanho natural das espécies encontradas em águas islandesas, entre elas a baleia azul gigante. O ambiente juntamente aos sons e iluminação te dão a sensação de estar no fundo do mar.

2. Realizar o Circuito Dourado

Imagem da queda d´água de gulfoss, na Islândia.
Foto: Queda d´água de Gulfoss, Islândia – Pixabay

Se você quer conhecer algumas das principais belezas naturais da Islândia sem complicação vai gostar de realizar o Circuito Dourado.

Ele inicia e termina na cidade de Reykjávic, levando os visitantes para conhecer o Parque Nacional de Thingvellir, a queda d´água de Gulfoss e o vale com atividade geotérmica de Hakadalur.

O Parque Nacional de Thingvellir se encontra em um vale, sendo famoso por suas características tectônicas e vulcânicas, onde você poderá observar a deriva continental de forma clara.

Como em falhas que atravessam a região, entre elas Almannagiá que tem o formato de um canhão e a Nikulásargiá que está cheia de águas cristalinas e guarda uma lenda de quem atirar uma moeda nas águas e ver ela tocando o fundo, seu desejo se realizará. Por isso que seu fundo está repleto de moedas.

A outra parada é na queda d´água de Gulfoss, qual tem 32 metros de altura e 70 metros de largura, transportando a água do rio Hvitá, proveniente do glaciar Langjokull, uma visão impressionante.

E por fim o vale de Haukadalur, que fica na região de Sudurland e é conhecido por sua atividade geotérmica e seus gêiseres de Strokkur, um dos mais famosos do país que entra em erupção a cada 8 minutos e libera água quente que pode atingir até 40 metros de altura e Geysir.

3. Conhecer Seyoisfjorour

Imagem da cidade de Seyoisfjorour, na Islândia.
Foto: Seyoisfjorour, Islândia – Wikimedia Commons

Seyoisfjorour é uma pequena cidade que se encontra na região leste da Islândia. Ela conta com apenas mil habitantes e é cercada por montanhas. Um lugar pitoresco e muito agradável de visitar.

Trata-se de uma vila de pescadores que vivem em casas de madeira que deixam o lugar ainda mais encantador, tornando uma atração turística bem requisitada.

Além das casas uma pequena igreja, museus e os centros de arte chamam a atenção dos turistas.

No entanto não é só de atrações culturais que vive Seyoisfjorour, a pequena cidade ainda oferece passeios que envolvem caminhadas nas montanhas, prática de esportes como bicicleta, snorkel e mergulhos atraem os mais aventureiros, assim como a pesca esportiva.

Encontre ofertas em seguro viagem para a Europa na REAL SEGURO VIAGEM:

 photo banner real seguro 468 x 60_zpsgvj8olhy.jpg

4. Navegar pelo Austari-Jokulsa

Austari-Jokulsa é um rio que se encontra no distrito de Skagafjordur. Nele é encontrada a grande geleira Hofsjokull.

Como o rio tem uma forte corrente é considerado um dos melhores rios da Europa para a prática do rafting. Juntamente com seu cenário formado por canyons, torna-se o lugar perfeito para viver grandes aventuras.

Próximo ao rio há um acampamento, onde são organizados os passeios de rafting.

5. Observar Baleias em Husavik

Imagem de uma baleia jubarte pulando no mar em Husavik, na Islândia.
Foto: Baleia Jubarte em Husavik, Islândia – No Mar Profundo

Um programa bem famoso na Islândia é passear de barco e observar as baleias, e um dos melhores lugares para fazer isso é no fiorde diante de Husavik, que oferece uma boa variedade de alimentos para algumas espécies de baleias como jubartes, minkes, orcas, baleias-piloto, golfinhos e até mesmo baleias azuis.

Você poderá realizar um passeio gostoso através de uma agência de turismo, saindo de manhã e retornando à noite. Os passeios são realizados durante o verão, quando o tempo é mais favorável.

Encontre a hospedagem ideal para você no BOOKING.COM:


Booking.com

6. Saborear Sua Gastronomia

A gastronomia islandesa tem a fama de ser gostosa e saudável, pois geralmente são usados produtos frescos para prepará-la.

Entre os ingredientes mais usados em seus pratos se encontram o carneiro, bacalhau, lagostim, salmão, caviar, tubarão da Groelândia, aguardente da Islândia, iogurte skyr, truta ártica, lagópode branco (uma espécie de galinha) e hadoque (espécie de peixe marinho).

Entre seus pratos típicos estão o pão de trovão (pão de centeio cozido dentro das fontes termais), hangikjot (carne defumada de carneiro) hákarl (carne fermentada de tubarão ao ponto de ficar podre, devido à carne ser venenosa quando fresca), porramatur (prato típico constituído de vários outros pratos um tanto exóticos para nós, como cabeça de ovelha, escroto e testículos de carneiro, barbatana de foca, entre outros), fiskibollur (espécie de almôndegas de peixe), slongukaka (bolo feito de creme de chocolate), entre outros.

Quer conhecer outros países da Escandinávia? Então confira o artigo abaixo:

7 Motivos Para Realizar uma Viagem para Escandinavia

7. Relaxar na Lagoa Azul

A Lagoa Azul (Blue Lagoon) é um spa termal visitado por milhares de turistas. Ele se encontra na cidade de Grindavík, a apenas 39 km da capital. A lagoa é grande, tendo 5 mil m² de área.

Suas águas quentes chegam aos 40°C e tem propriedades medicinais, contendo algas e sais minerais que são eficientes no combate ao envelhecimento e no tratamento de doenças de pele.

Um ótimo lugar para relaxar após suas aventuras pelo país, sendo uma das atrações mais visitadas na Islândia.

Dicas

Não há voos diretos entre Brasil e Islândia, sendo necessário fazer escala em algum país da Europa, sendo que o aeroporto internacional da Islândia, que se encontra em Reykjávik, liga o país a qualquer destino europeu.

Não é necessário visto de viagem para entrar na Islândia, apenas um passaporte com validade acima de seis meses.

A melhor época para visitar o país é durante o verão (nos meses de junho a agosto), quando o clima é mais ameno e é possível realizar os passeios com tranquilidade. No entanto mesmo assim o clima é imprevisível na Islândia e é bom você estar preparado para mudanças repentinas.

O verão é ótimo para observar o sol da meia noite, quando os dias são mais longos e o inverno para ver a aurora boreal e praticar esportes de inverno.

A língua falada no país é islandês e o dinheiro usado é a coroa islandesa. Uma viagem à Islândia não é nada barata sendo comparável a destinos famosos na Europa como Inglaterra e França. Por isso é bom planejar bem sua viagem.

Esperamos que as informações tenham ajudado.

Caso tenha alguma dúvida, dica ou queira compartilhar sua opinião, comente.

E se curtiu o artigo, compartilhe o artigo com os amigos nas redes sociais.

Fontes – Visit Reyjávik, Guia de Islandia, Costasur, Guide to Iceland, Planeta Sustentável, Iguarias Pelo Mundo, Viagem e Turismo, Wikipedia, Dondeando Por Aí, Viagem 0800, Alma de Viajante

 photo banner real seguro 468 x 60_zpsgvj8olhy.jpg

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!