Seguro viagem geral 728x90

7 Motivos Para Realizar uma Viagem Para Hong Kong

Hong Kong é uma das regiões administrativas especiais da República Popular da China, uma grande cidade conhecida por seus arranha-céus e a mistura de características orientais e ocidentais.

Na região você vai encontrar edificações modernas que contrastam com templos budistas, parques belos que são um verdadeiro bálsamo para quem quer descansar da agitação da populosa cidade e diversas atrações que chamam a atenção, como a Hong Kong Disneyland que vai te levar ao mundo mágico da Disney em pleno mundo oriental.

Quer saber mais motivos para realizar uma viagem para Hong Kong?

Então confira as informações que reunimos para você.

1. Visitar o The Peak

The Peak também conhecida como Victoria Peak é a montanha mais alta de Hong Kong, tendo 552 metros de altura.

É uma das atrações mais visitadas da cidade pelo fato de proporcionar uma belíssima vista do lugar, onde você poderá avistar a peculiar paisagem formada por seus arranha-céus, o porto de Vitória e ilhas vizinhas.

No local você poderá conferir o Peak Tower, um edifício moderno, revestido quase completamente de vidro, onde você encontrará lojas, restaurantes o museu de cera Madame Tussauds e o Sky Terrace 428, um dos melhores mirantes de Hong Kong, onde você poderá contemplar a cidade a 428 metros de altura.

Imagem de vista panorâmica da montanha The Peak, em Hong Kong.
Foto: Vista do The Peak, Hong Kong – Pixabay

Ainda é possível fazer trilhas nos vestígios de mata que rodeiam o lugar. Para quem quer curtir um pouco a natureza e relaxar é interessante.

Para chegar a essa atração é necessário pegar o The Peak Tram, um bonde que sobe 373 metros em uma viagem interessante, onde você poderá ver os edifícios se inclinando.

2. Caminhar Por Seus Belos Parques

Imagem de paisagem com lago e edificação chinesa no Hong Kong Park, em Hong Kong.
Foto: Hong Kong Park, Hong Kong – Pixabay

Os parques da cidade fazem um belo contraste com os edifícios e vida urbana, promovendo um descanso para os turistas.

Entre eles temos o Hong Kong Park, um belo lugar de 80 mil m², formado por jardins com fontes, playgrounds e quadras esportivas.

Nele você também poderá encontrar alguns monumentos históricos. Entre eles o Cassels Block, que abriga o Centro de Artes Visuais de Hong Kong, a Casa de Rawlinson, que hoje é o Cottom Tree Drive Marriage Registry e escritório do parque, Wavell House, que é o centro de apoio aviário a Flagstaff House, que abriga o Museu do Chá.

Além disso, o parque também conta com um aviário com mais de 600 pássaros e uma estufa com várias plantas e borboletas. O lugar ideal para relaxar e apreciar a natureza.

Outro parque interessante é o Victoria Park, o lugar foi um abrigo de tufão, usado como refúgio por barcos de pesca e iates durante as estações de tufão, sendo recuperado e modificado em 1950 para ser um parque no lugar.

No lugar você encontrará quadras poliesportivas e até mesmo participar de aulas de tai chi chuan gratuitas, podendo relaxar após um dia de agitação em Hong Kong.

Encontre ofertas em seguro viagem para a Ásia na REAL SEGURO VIAGEM:

Seguro viagem asia 468x60

3. Conferir Atrações Budistas

Imagem da estátua Tian Tan Buddha, em Honk Kong.
Foto: Tian Tan Buddha, Hong Kong – Pixabay

Se você quer conhecer um pouco mais da cultura chinesa, especialmente ligadas ao budismo, vai curtir a visita a seus templos e monumentos.

Entre seus monumentos mais chamativos está a estátua Tian Tan Buddha, a maior estátua de Buda sentado ao ar livre da Ásia, tendo 34 metros de altura, se encontrando no principal centro de budismo de Hong Kong, uma das atrações turísticas mais visitadas.

Próximo a esse monumento também se encontra o Po Lin Monastery, o maior templo budista da cidade, o qual foi fundado em 1906 e chama a atenção por seu interior que é rico em detalhes.

No local você também vai encontrar o Caminho da Sabedoria (Wisdom Path), um lugar com várias colunas de madeira com textos do Sutra do Coração (Heart Sutra) gravados. Essa é a mais conhecida escritura budista.

Para chegar ao local é necessário embarcar no teleférico Nqong Pinq 360, o mais longo da Ásia, percorrendo 6 km em 25 minutos.

Outros templos que também merecem uma visita são o Lin Fa Kunf, que foi originalmente construído em 1863 com a finalidade de adorar Guanyin, a deusa da misericórdia e atualmente é uma atração turística e local para a realização de festas tradicionais.

E o Tin Hau Temple que foi edificado por volta do século XVIII, sendo um dos templos dedicados a Tin Hau ou Mazu, a deusa chinesa do mar.

4. Contemplar seus Modernos Edifícios

Imagem do prédio International Commerce Centre, em Hong Kong.
Foto: International Commerce Centre, Hong Kong – Pixabay

Como não poderia deixar de ser, outras atrações famosas de Hong Kong são seus grandiosos e modernos edifícios.

Entre eles se encontra o Bank China Tower, um dos prédios mais altos do mundo, o qual possui 367 metros de altura.

Outro edifício que chama a atenção é o International Commerce Centre, que foi inaugurado em 2011 e contém 393 metros de altura. Seu destaque é o Sky 100, uma plataforma de observação de 360 graus, que fica no centésimo andar do prédio e permite que os visitantes tenham uma vista panorâmica da cidade.

Também há o Lippo Centre, um complexo de arranha-céus, cujo formato geométrico lembra um “transformer”. Ele é formado por duas torres, sendo que a primeira tem 172 metros de altura e a segunda 186 metros.

5. Fazer Compras em Seus Mercados

Imagem de pessoas caminhando no Ladie´s Market, em Hong Kong.
Foto: Ladie´s Market, Hong Kong – Pixabay

Hong Kong também possui os famosos mercados de rua asiáticos, onde você encontrará uma grande variedade de produtos, como frutas, flores, comidas, antiguidades, artesanato e infelizmente falsificações baratas de produtos de grandes marcas internacionais. Por esse motivo também é bom tomar cuidado para não ser enganado.

Entre os mercados se encontra o Flower Market, onde você encontrará uma grande variedade de flores exóticas. Algo interessante de saber é que os locais não apenas compram flores e plantas para enfeitar suas casas, mas também para atrair boa sorte e fortuna, especialmente no Ano Novo Chinês.

Outro que vale a pena visitar é o Gold Fish Market, especialmente se você é fã de aquários. Como em Hong Kong as pessoas levam o Feng shui a sério, não é só as plantas que são consideradas objetos de boa sorte, mas os peixes também.

Por isso o mercado é tão popular. Nele você ainda vai encontrar anfíbios, répteis e até mesmo aquários de água salgada, bem completos e estruturados.

Também há o Ladie´s Market, um mercado que oferece roupas e acessórios para mulheres de todas as idades. Um verdadeiro paraíso para as mulheres, já que conta com mais de 100 barracas, contendo tanto artigos femininos como masculinos.

Encontre a hospedagem ideal para você no BOOKING.COM:


Booking.com

6. Saborear sua Gastronomia

O legal de Hong Kong é que além da tradicional culinária chinesa você poderá encontrar diversos restaurantes que servem comidas estrangeiras de qualidade, como francesa, italiana, japonesa e tailandesa.

Entre seus pratos tradicionais mais apreciados está o dim sum, bolinhos de massa bem fina cozidos no vapor em uma espécie de cesta feita de bambu. Você também encontrará caldos quentes e adocicados, os famosos noodles (macarrão instantâneo, que tem uma grande variedade de acompanhamentos como cogumelos, pé de porco, de galinha, peixe cru, cozido, assado, entre outros), etc.

Nos mercados ao invés de salgadinhos de marcas famosas você encontrará salgadinhos de lula e polvo, vendidos a granel.

7. Divertir-se na Hong Kong Disneyland

Quem viaja com crianças vai apreciar a visita à Hong Kong Disneyland, um parque de diversões com atrações baseadas no mundo mágico da Disney, apesar de não ser tão grandioso quanto os de Orlando, nos EUA, ele traz atrações divertidas.

O parque foi inaugurado em 2005, sendo construído de acordo com as regras do feng shui. Ele contém sete áreas temáticas, entre elas Main Street, USA, Fantasyland, Adventureland, Tomorowland, Grizzly Gulch, Mystic Point e Toy Storu Land.

Bônus: + 1 Motivo

E outro motivo que não poderia faltar é aproveitar a viagem e fazer uma visita a Macau, a segunda região administrativa especial da República da China.

A cidade é conhecida como Las Vegas da Ásia e além dos famosos cassinos da cidade você poderá conferir muitas atrações interessantes, como museus e monumentos antigos, igrejas europeias, templos, parques, entre outras que vão chamar sua atenção.

Dicas

Não há voos diretos do Brasil para Hong Kong, por isso é necessário fazer escala em outros países, como EUA, Canadá, Inglaterra, Japão, Coreia do Sul, Cingapura e Bangkok, sendo que a alternativa mais curta é na cidade de Jahanesburgo, na África do Sul. Fique atento à necessidade de visto de viagem nos destinos das escalas.

Para entrar em Hong Kong é necessário passaporte com validade de até seis meses e um certificado de vacinação contra a febre amarela. O legal é que ao contrário do restante da China, brasileiros não precisam de visto para entrar em Hong Kong.

A melhor época para viajar para o local é durante a primavera (entre os meses de março e maio) e outono (entre os meses de setembro a novembro), quando as temperaturas são mais amenas e não há perigo de tufões.

Há várias formas para circular pela cidade, entre elas ônibus e metrô que cobrem boa parte do lugar, serviços de ferry boat e até mesmo os famosos trans (bondes de dois andares). Além disso, há táxis e você pode caminhar a pé por alguns lugares próximos.

Como Hong Kong é bem populosa é preciso tomar cuidado ao caminhar por suas ruas e usar seus meios de transporte para não ser empurrado pela multidão.

De acordo com alguns viajantes, o povo não é dos mais simpáticos e hospitaleiros, por isso se prepare para ter paciência e muito jogo de cintura.

Outra coisa que é necessário tomar um cuidado redobrado são com as falsificações baratas. Se quiser comprar algum item, pesquise na internet o valor e se o mesmo for menor em algumas das lojas de Hong Kong desconfie, pois pode muito bem ser falsificado.

Uma coisa interessante no país é que além do cantonês, o inglês é um idioma muito falado, já que Hong Kong foi colônia britânica até o final do século XX. Dessa forma facilita-se a comunicação.

A moeda usada no país é o dólar de Hong Kong, que apesar de ter um valor baixo em nada remedia o custo do país que é um dos mais altos da Ásia e do mundo. Por isso é bom se preparar antes da viagem.

Quer conhecer outros lugares na China? Então confira o artigo abaixo:

8 Motivos Para Realizar uma Viagem para a China

Esperamos que as informações tenham ajudado.

Caso tenha alguma dúvida, dica ou queira comentar algo, fique à vontade.

E se curtiu o artigo, compartilhe com os amigos nas redes sociais.

Fontes – Nós no Mundo, Viajar Pelo Mundo, Discover Hong Kong, 360 Meridianos, Wikipedia, Viagem e Turismo, Quanto Custa Viajar, Nomadan

 photo banner real seguro 468 x 60_zpsgvj8olhy.jpg

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!