Seguro viagem geral 728x90

7 Motivos Para Realizar uma Viagem Para o Alasca

Alasca é o maior estado dos Estados Unidos, sendo considerado um território à parte já que conta com paisagens e cultura diferenciadas do restante do país.

Nele você poderá ver e explorar glaciares, visitar parques nacionais e se encantar com sua natureza selvagem, realizar cruzeiros e passeios de avião e helicóptero e conhecer melhor sua cultura e história.

Quer saber mais motivos para realizar uma viagem para Alasca?

Então nos acompanhe neste artigo e veja as informações que reunimos para você.

1. Conhecer sua História e Cultura

Quando visitamos um país ou região diferente é interessante conhecermos sua história e cultura, pois dessa forma sabemos mais sobre o lugar e podemos entender o modo de vida de seus habitantes.

Entre os melhores lugares para travar esses conhecimentos no Alasca está o Museu de Anchorage, que possui uma bela coleção, tendo como objetivo estudar, explorar a terra, arte, povos e história do Alasca.

Imagem da entrada do Museu de Anchorage, no Alasca.
Foto: Museu de Anchorage, Alasca – 1000 Dias

Nele você vai encontrar objetos que apresentam a história local, pinturas de paisagens, desenhos de primeiras expedições europeias para o local e obras de artistas contemporâneos, inclusive Sydney Laurence, um dos mais famosos do estado.

O Centro da Herança Nativa do Alasca também fica em Anchorage e contém a história de 11 grandes grupos culturais do estado.

Outro lugar interessante para conhecer a cultura do estado e ao mesmo tempo se divertir é o Alaskaland Pioneer Park, onde você verá uma réplica de uma aldeia indígena americana e um parque temático do “Oeste Selvagem”. Ele se encontra em Fairbanks e lá também há vários museus e exposições históricas.

2. Visitar os Parques Nacionais

Imagem do Parque Nacional Wrangell-St. Elias, no Alasca.
Foto: Parque Nacional Wrangell-St. Elias, Alasca – Pixabay

Se você gosta de natureza vai curtir bastante a visita aos parques nacionais do Alasca. Ao todo são 17, compreendendo cerca de dois terços do território. Neles você poderá ver cadeias do montanhas, vulcões, rios selvagens, uma bela paisagem formada por tundras e animais como ursos pardos, linces, alces, águias-americanas, salmões, entre outros.

O maior parque nacional do estado é o Wrangell-St. Elias, ele se encontra no sul do Alasca, na fronteira com o Canadá e conta com 53321 km². O lugar possui uma bela paisagem, composta por montanhas, rios e geleiras. Há quatro grandes cadeias de montanhas no parque, sendo que uma delas, Wrangell é de origem vulcânica.

Uma de suas geleiras mais famosas é a Nabesca, sendo o maior glaciar não-polar do Piemonte na América do Norte. Você também encontrará uma boa diversidade de plantas e animais selvagens, como alces, leões marinhos, focas e aves migratórias, como o cisne trompetista. Outro parque nacional conhecido é o Kenai Fjords (Parque Nacional dos Fiordes de Kenai), onde você poderá conferir belas geleiras e várias espécies de animais. Ele é comspoto por 669,984 acres e abriga o Harding Icefield, um dos maiores campos de gelo dos Estados Unidos.

Mas sua principal atração são seus fiordes, que fora formados pelas geleiras e que se movem para baixos da montanha a partir do campo de gelo. Uma visão incrível. No lugar ainda vivem animais marinhos e terrestres, como ursos negros, alces, focas e baleias jubarte e orcas.

Outro parque famoso é o Denali National Park, que possui muitos animais selvagens e lugares impressionantes como o Monte Mckinley, que possui mais de 6 mil metros de altura e tem sido desafiado por muitos alpinistas. Foi ele que deu nome ao parque, uma vez que Denali é seu nome na língua atabasca.

Outro destque do lugar é o Lago Wonder, onde é possível ter uma vista incrível da paisagem local, formada por florestas e montanhas.

3. Explorar sua Capital

Imagem da cidade de Juneau, capital do Alasca.
Foto: Juneau, Alasca – World Atlas

A capital do Alasca é Juneau. Na cidade é possível realizar várias atividades ao ar livre e de observação da natureza.

Entre seus destaques está o Glaciar Mendenhall, o qual se encontra em um vale e possui 19 km de comprimento. Ele se encontra no parque Mendenhall Glacier Recreational Area e abriga cavernas de gelo, que atualmente são perigosas para visitas, já que correm o risco de desabar. Mas ainda é possível realizar passeios de barco no lugar e até mesmo trekking sobre a geleira.

Se você curte esquiar vai curtir o passeio a Eaglecrest Ski Area, que conta com 34 pistas e 3 loops de ski.

Outro lugar interessante é o Nugget Falls, uma cachoeira jusante da geleira Nugget, a qual cai a 115 metros para o lago.

Juneau também conta com museus interessantes como o Museu do Alasca, onde é possível encontrar uma vasta coleção de objetos e artefatos nativos do lugar. Ainda há o Museu de Juneau, que contém exposições que contam sobre a cultura e história da cidade.

E o Last Chance Mning Museum, um acampamento que conta a história da mineração no lugar, sendo o local de uma das maiores descobertas de ouro. O lugar foi operado até 1944 e conserva um edifício compressor e uma casa de transformadores elétricos.

Encontre ofertas em seguro viagem para a América do Norte na REAL SEGURO VIAGEM:

Seguro viagem america do norte 468x60

4. Praticar Esportes Radicais

No Alasca há várias opções para a prática de esportes radicais, ótimo para você que curte.

O estado é cheio de montanhas, onde é possível realizar trilhas, alpinismo, moutain bike e trekking.

Na Ilha Attu, por exemplo, que fica no arquipélago das Ilhas Near, você poderá fazer trilhas em montanhas, como a Chilkoot Trail, uma trilha que atravessa as montanhas da costa até a cidade de Dyea. Ela era usada antigamente pelos índios como rota comercial.

Se você gosta de pescar, o Alasca também reserva várias opções para você, sendo possível alugar seu próprio barco e pescar salmão. Há empresas que realizam passeios de peca. O legal é realizar a atividade durante o verão, uma vez que o sol brilha o dia inteiro.

Você ainda pode realizar passeios de barco, observar pássaros, baleias, andar de trenó puxados por huskies siberianos, entre outros.

5. Realizar Diferentes Passeios

No Alasca é possível realizar diferentes tipos de passeios. Entre eles cruzeiros, que levam os turistas a várias cidades e dão a oportunidade de ver o que o estado tem de melhor a oferecer em belas paisagens formadas por geleiras e montanhas.

Você também pode realizar voos panorâmicos e ter uma visão geral do lugar, podendo tirar belíssimas fotos. Os passeios podem ser feitos de hidroavião ou de helicóptero, onde você terá a oportunidade de observar pássaros e a bela paisagem local.

Outro passeio interessante é de trem pela Ferrovia do Alasca (Alaska Railroad), onde você poderá observar lindas paisagens, percorrendo vários lugares do estado.

Encontre a hospedagem ideal para você no BOOKING.COM:


Booking.com

6. Explorar Minas

O Alasca é famoso por suas minas de ouro, prata e cobre, sendo muito explorado entre os anos de 1840 e 1850. Dessa forma você poderá realizar visitas a minas.

Estas se encontram especialmente em Fairbanks, que fica na região central do estado, sendo conhecida como a cidade da corrida do ouro.

Entre as minas está a Gold Dredge, em que você poderá fazer um passeio de trenziho até a cidadezinha e tentar garimpar ouro no riacho.

7. Tirar Fotografias da Aurora Boreal

Imagem de aurora boreal no Alasca.
Foto: Aurora Boreal no Alasca – Pixabay

A aurora boreal é um dos fenômenos mais belos que ocorrem no Alasca. Sendo causado pelo impacto de partículas de vento solar com a alta atmosfera da Terra, canalizados pelo campo magnético terrestre.

Elas costumam ocorrer entre os meses de agosto e março, uma boa oportunidade para você tirar belas fotografias e ter uma bela lembrança de sua viagem.

Existem até mesmo passeios programados para a observação da aurora boreal. Onde os visitantes são levados a áreas abertas, livre de poluição, para que o fenômeno possa ser melhor observado.

Dicas

Não é possível viajar diretamente do Brasil para o Alasca, sendo necessário realizar escala em Seatle (EUA) ou Vancouver (Canadá). Lembrando que é necessário tirar visto de viagem americano e canadense, caso vá por Vancouver, ou realize um passeio em alguma região do país, já que o Alasca faz fronteira com o Canadá.

A região é fria, portanto é bom ir preparado com casacos corta-vento, botas, tocas, luvas, entre outras peças para se manter aquecido.

A melhor época para realizar uma viagem para Alasca é durante o verão, entre os meses de maio a setembro, quando as temperaturas estão mais amenas e é possível realizar muitos passeios ao ar livre.

No entanto se quiser observar as auroras boreais deve viajar no inverno, entre os meses de dezembro a março, quando as noites são mais escuras.

Esperamos que tenha gostado das informações e que elas tenham ajudado.

Caso tenha alguma dúvida, dica ou queira deixar seu comentário, fique à vontade.

Fontes – Wikipedia, Vim à Vida à Passeio, Visite os EUA, Nerds Viajantes, Expedia, Viagem Uol, Guia Viagem, Tudo para Viajar, Viajando e Viajando

 photo banner real seguro 468 x 60_zpsgvj8olhy.jpg

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!