Seguro viagem geral 728x90

7 Motivos Para Realizar uma Viagem para Escandinavia

A Escandinávia é uma região do norte da Europa que compreende os países da Dinamarca, Suécia, Noruega, Finlândia, as lhas Faroé e a Islândia.

O local é conhecido por ter um inverno rigoroso, mas uma beleza incrível formada por florestas, fiordes e auroras boreais.

Nos países da Escandinávia você também poderá conhecer castelos medievais, monumentos e atrações culturais bem interessantes.

Quer saber mais motivos para realizar turismo na Escandinávia?

Então confira as informações que reunimos para você.

1. Visitar os Incríveis Castelos da Dinamarca

A Dinamarca é uma das monarquias mais antigas da Europa, e como não poderia ser diferente, uma de suas principais atrações são seus belíssimos castelos que encantam a todos que os veem.

Entre eles temos o Castelo de Kronborg, famoso por ser o cenário de representações de Hamlet, uma das obras de Shakespeare. Ele se encontra próximo à cidade de Helsingor, sendo construído em 1420 a mando do rei dinamarquês Eric da Pomerânia, com a intenção de ser um forte.

Mas ele só adquiriu sua atual aparência em 1585 ao ser reconstruído a mando do rei Frederic II, tornando-se um dos castelos mais impressionantes da Europa.

Imagem de soldados na entrada do Castelo de Amalienborg, na Dinamarca.
Foto: Castelo de Amalienborg, Kopenhage, Dinamarca – Pixabay

Outro palácio que chama a atenção é o Castelo de Amalienborg, que se encontra em Kopenhage (capital do país), sendo a residência oficial de inverno da família real dinamarquesa.

Na verdade trata-se de um complexo com 4 palácios iguais, sendo construído com o objetivo de abrigar quatro famílias nobres. No entanto após o incêndio do Palácio Christianborg em 1794 a família real se mudou para Amalienborg.

Já o Palácio Frederiksborg é conhecido por ser o maior da Escandinávia. Ele foi construído sobre três ilhotas, a mando de Cristiano IV da Dinamarca (rei da Dinamarca e Noruega, cujo reinado de 59 anos foi o mais longo da história do país).

O palácio foi inaugurado por volta de 1630, sendo destruído em 1839, devido a um incêndio. Posteriormente foi reconstruído e é onde atualmente se encontra o Museu da História Nacional da Dinamarca.

2. Apreciar a Natureza da Suécia

Imagem de aurora boreal, na região da Lapônia, na Suécia.
Foto: Aurora Boreal, Lapônia, Suécia – Pixabay

A Suécia é um belo país, cuja maior parte é ocupada por florestas e lagos. Pra você ter ideia há 29 parques nacionais no país. Por isso é o lugar ideal para apreciar a natureza.

Entre os parques nacionais há o de Sarek, que foi criado em 1909, sendo o primeiro parque nacional da Suécia. Ele se encontra na província de Lapônia, compreende uma área de 1970 km² e é repleto de montanhas, glaciares e vales.

O lugar atrai alpinistas e aventureiros que se aventuram a escalar as altas montanhas do local.

A Lapônia é um dos lugares mais frios da Suécia, que chega a até -40°C no inverno. Mas também é nela que você pode presenciar dois fenômenos incríveis, a Aurora Boreal, fenômeno de luzes flutuantes, causado por partículas do sol em contato com a Terra e o Sol da Meia Noite, em que durante o verão o sol não se põe, ficando três meses sem anoitecer.

E um dos melhores lugares para observar os dois fenômenos é no Parque Nacional Abisko, o qual possui 77 km² formado por uma belíssima paisagem de florestas boreais, fiordes, canyons e cachoeiras.

Entre outros parques que chamam a atenção no país estão o Parque Nacional Fulurfjallet se encontra no centro do país. Nele é possível praticar atividades tanto durante o verão quanto o inverno. Você poderá pescar e fazer mergulho em lagos de águas cristalinas, fazer trilha e praticar esqui.

No arquipélago Haparanda , que se encontra no Golfo de Bothnia, há outro parque nacional. Ele possui um grande número de ilhas de baixa altitude, onde você encontrará praias de areia branca.

3. Realizar Passeios Culturais nas Cidades da Noruega

Imagem da cidade de Bergen, na Noruega.
Foto: Bergen, Noruega – Pixabay

Assim como a Suécia, a Noruega também é um ótimo destino para apreciar a natureza. Mas o país também possui muitas atrações culturais e que valem a pena ser conferidas.

Na cidade de Bergen, que é uma das mais visitadas do país, você poderá conferir uma bela arquitetura formada por casinha coloridas, que foram edificadas no século XIV, sendo na época lar de uma das quatro maiores cidades estrangeiras da liga Hanseática (sociedade alemã que dominava os mares do norte da Europa). Elas funcionam hoje como hotéis, lojas e restaurantes.

Outros passeios interessantes na cidade são: o Museu Bryggen, o Mercado de Peixe de Bergen, Museu de Arte e o teleférico Floibanen.

Outra cidade que vale a pena visitar é Oslo, a capital da Noruega. Entre as atrações mais famosas do lugar estão: a fortaleza Akeshus Festning, tendo cerca de 700 anos de existência, o Vikingskiphuset, museu de embarcações vikings, com peças encontradas após permanecerem enterradas por séculos.

Também há o Vigeland Park, onde se encontram 192 esculturas do artista Gustave Vigeland, as quais retratam diversos tipos de pessoas. E o Norsk Folmuseum, um museu a céu aberto, que se encontra em um parque arborizado e possui dezenas de prédios e construções típicas da Noruega de diversas épocas.

Encontre ofertas em seguro viagem para a Europa na REAL SEGURO VIAGEM:

Seguro viagem europa 468x60

4. Praticar Esportes de Inverno na Finlândia

Se você gosta de esportes de inverno, saiba que um dos melhores lugares para praticá-los é na Finlândia.

Na cidade de Rovaniemi, onde se diz ser a terra do Papai Noel, o inverno costuma ser bem rigoroso, chegando aos -30°C. Além de conhecer a residência do “bom velhinho” nela você também poderá realizar passeios de rena ou huskies, onde você é levado para passear em um trenó puxado pelos animais, andar de moto na neve e até mesmo praticar esqui.

Em Rovaniemi você também poderá desfrutar da famosa sauna finlandesa, marca do país, onde poderá escapar um pouco do frio e relaxar.

5. Conhecer as Ilhas Faroé

Imagem de paisagem formada por fiorde, falésias e uma pequena capela, nas Ilhas Faroé.
Foto: Paisagem Ilhas Faroé – Pixabay

As lhas Faroé pertencem à Dinamarca, mas se encontram entre a Escócia e Islândia e possuem estatuto de autonomia especial para assuntos do Estado. São 18 ilhas vulcânicas que se encontram bem próximas umas das outras.

Nesse belo lugar você encontrará lindas paisagens e uma natureza muito rica, tendo falésias gigantes, cânyons e uma grande diversidade de fauna marinha. Uma das atividades mais praticadas nas ilhas é o trekking.

O arquipélago pode chegar a baixas temperaturas, por isso uma curiosidade interessante é que os moradores cobrem os telhados de suas casas com grama, para se manterem quentes.

É um ótimo lugar para relaxar e apreciar a natureza, enquanto observa a pacata vida de seus moradores.

Encontre a hospedagem ideal para você no BOOKING.COM:


Booking.com

6. Conferir as Cidades da Islândia

As cidades da Islândia possuem costumes exóticos e uma história interessante.

Entre elas temos Reykjávic, a capital do país, a cidade mais povoada da Islândia. Nela você poderá visitar Hallsgrimskrikja, uma igreja com 75 metros de altura, cuja torre você pode ter uma vista panorâmica da cidade.

O lugar também conta com museus interessantes como Perlan, que conta a história do país e dos vikings, o Museu Einar Jónsson, que é dedicado ao maior escultor do país, o Museu Nacional e o Museu do Pênis, que possui pênis de 90 espécies.

Já na cidade de Akureyri você poderá apreciar uma bonita natureza, caminhando nas trilhas que seguem os rios Glerá e Eyiafjiroará. No lugar também há o belo Fiorde Eyjafjorour, onde é possível velejar e pescar.

Se você prefere esportes mais radicais saiba que também é possível pular de parapente no local. A cidade também conta com outras atrações como um belo jardim botânico, um interessante centro histórico e lojas que oferecem bons descontos.

7. Ter a Oportunidade de Visitar Diferentes Lugares em uma Só Viagem

Realizando turismo na Escandinávia você terá a oportunidade de visitar diferentes lugares em uma só viagem. Pois como os países se encontram bem próximos uns dos outros, não é difícil conseguir transporte mais barato para transitar entre eles.

Dicas

Não há voos diretos entre o Brasil e a Escandinávia, sendo necessário viajar para destinos europeus mais conhecidos como Portugal, França e Inglaterra, e então deles partir para os países.

Não é necessário visto de turismo para viajar para a Escandinávia, somente um passaporte válido.

As melhores épocas para viajar para a região é durante o verão quando as temperaturas estão mais amenas. Mas se quiser curtir o inverno na Escandinávia também poderá se dirigir na época, basta se agasalhar bem e tomar todos os cuidados necessários.

Esperamos que as informações tenham ajudado.

Caso tenha alguma dúvida, dica ou queira opinar, deixe seu comentário.

E se curtiu o artigo, compartilhe com os amigos nas redes sociais.

Fontes – Correios 24 Horas, Road For Two, Royal Caribbean, Visit Sweden, Guia de Viagem, Andarilhos do Mundo, Guia Viajar Melhor, Manual do Turista, Viagem e Turismo, Wikipedia, Adventure Club

 photo banner real seguro 468 x 60_zpsgvj8olhy.jpg

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!