Seguro viagem geral 728x90

7 Motivos Para Realizar Turismo em Salvador

Salvador é um dos destinos brasileiros mais requisitados pelos turistas.

Também é o município mais antigo do país, sendo fundado em 1548 como a primeira cidade-capital da América portuguesa, mantendo esse título por 214 anos.

A cidade guarda várias belezas, como lindas praias que compõe seu vasto litoral, pontos turísticos que chamam a atenção dos visitantes, locais históricos, cultura rica, bons restaurantes, ensaios de blocos que atraem os amantes do Carnaval brasileiro e uma magnífica paisagem natural.

Dá pra perceber por que a cidade é a segunda mais visitada do Brasil. Quer mais motivos para conhecer Salvador?

Então confira 7 pontos turísticos da cidade que valem a pena conhecer.

O Elevador Lacerda decididamente é um dos pontos preferidos pelos turistas.

Planejado e construído pelo empresário Antônio Francisco Lacerda, o equipamento é centenário, sendo inaugurado em 1873.

Após passar por reformas e revisões, atualmente o elevador conta com quatro cabines modernas e eletrificadas, que transportam 20 pessoas cada, conectando a Cidade Alta e Baixa, sendo o principal meio de transporte entre as duas partes da cidade. São 72 metros de altura que ligam a Praça Tomé de Sousa à Praça Cayru.

1. Elevador Lacerda

Imagem do Elevador Lacerda, ponto turístico em Salvador.
Foto: Gustavo Boulhosa – Pixabay

O percurso leva 22 segundos, tempo em que os visitantes podem desfrutar de uma bela visão da cidade, avistando a Baía de Todos os Santos e o famoso Mercado Modelo.

Vale a pena conferir essa atração que se tornou Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

2. Dique do Tororó

Os amantes de esporte e natureza vão gostar do Dique Tororó, um manancial natural que possui uma lagoa de 110 mil metros quadrados. Assim como o Elevador Lacerda ele também é reconhecido como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

O termo “tororó” vem do termo tupi tororoma e significa “jorro de água”.

O local conta com uma pista de Cooper, raias para a prática de remo, decks para pesca, piers para pequenas embarcações, equipamentos de esportes e ginástica e playgrounds.

Os visitantes podem carregar suas energias no Centro de Atividades onde há bons restaurantes e um estacionamento com 150 vagas. Também há a Praça de Eventos com um palco flutuante onde são realizados shows e espetáculos.

Mas sem dúvida o que chama a atenção são as 8 esculturas de Orixás flutuando no meio da lagoa, dando um contraste com a paisagem do local.

Encontre ofertas em seguro viagem para Brasil na REAL SEGURO VIAGEM:

Seguro viagem brasil 468x60

3. Farol da Barra

Imagem de Farol da Barra, um dos pontos turísticos de Salvador.
Foto: DEZALB – Pixabay

O Farol da Barra é um dos principais cartões postais de Salvador, fazendo parte de sua história. Ele foi inaugurado em 1698 com o objetivo de auxiliar as embarcações que chegavam à Bahia de Todos os Santos em busca de pau-brasil, açúcar, algodão, tabaco, entre outros itens produzidos no Brasil para abastecer o mercado europeu.

A ideia para construí-lo surgiu após o naufrágio do Galeão Santíssimo Sacramento, capitania da frota da Companhia Geral de Comércio do Brasil, que ocorreu em um banco de areia frente à foz do rio Vermelho.

Ele se encontra ao lado do Forte de Santo Antônio da Barra e é o mais antigo farol do continente.

Dele é possível ter uma bela visão da baía, que pra quem não sabe é a mais extensa do Brasil. Um passeio que com certeza precisa ser registrado com uma bela foto da paisagem local.

Visitando o farol você também conhece o Forte de Santo Antônio da Barra e o Museu Náutico da Bahia, onde você pode conhecer um pouco da história do Brasil a partir do mar. O forte ainda conta com uma lanchonete e uma lojinha de lembranças.

Encontre a hospedagem ideal para você no BOOKING.COM:


Booking.com

4. Pelourinho

Imagem do bairro Pelourinho, centro turístico de Salvador.
Foto: DEZALB – Pixabay

Outro lugar histórico é o Pelourinho, a parte mais alta da cidade, famoso bairro que faz parte do Centro Histórico de Salvador.

Trata-se de um bairro povoado pela aristocracia soteropolitana durante o século XVI ao início do século XX. Apesar de não ser um bairro muito grande há uma grande concentração de igrejas.

O Pelourinho se encontra em frente ao porto, perto do comércio, sendo fortificado naturalmente por uma grande depressão em forma de muralha que possui quase 90 metros de altura e 15 metros de extensão.

Esse local foi escolhido estrategicamente para servir de defesa, caso viesse um ataque pelo mar.

Na parte superior da muralha foram construídos casarões e sobrados, inspirados na arquitetura barroca portuguesa, provavelmente por escravos negros e indígenas. São casas coloridas e bonitas que chamam a atenção.

O nome do local vem do termo “pelourinho” que pra quem não sabe é dado a uma coluna de pedra onde os escravos eram castigados por seus senhores. Esses lugares eram construídos em engenhos afastados da cidade. No entanto para demonstrar seu poder os senhores resolveram construir um pelourinho no centro da cidade, onde os escravos eram castigados em praça pública. Acontecia o mesmo com criminosos.

No bairro, hoje é possível encontrar muitas atrações como atrações artísticas e musicais, bares, restaurantes, boutiques, museus, teatros, igrejas e outros monumentos históricos como a Câmara Municipal, sede da Prefeitura, Assembleia Legislativa e a sede do Governo do Estado.

Só é bom tomar cuidado, pois no local não é seguro o turista andar sozinho e se afastar do centro, já que segurança, assim como outras cidades brasileiras movimentadas deixa a desejar.

Veja também:

5 Motivos Para Realizar Turismo na Bahia

5 Motivos Para Fazer uma Viagem a Campos do Jordão

5. Mercado Modelo

Um dos pontos turísticos mais conhecidos de Salvador é o Mercado Modelo. É um grande prédio amarelo onde os visitantes param para comprar lembranças, encontrando belas peças artesanais produzidas no estado, dois restaurantes e diversos bares que servem petiscos e bebidas típicas. Ainda há uma rampa onde são vendidos peixes da região.

Mas o mercado também faz parte da história de Salvador, sendo inaugurado em 1912, um lugar famoso onde os navios descarregavam suas mercadorias.

No entanto um terrível incêndio em 1969, obrigou que ele fosse demolido e passasse a ocupar o edifício da 3ª Alfândega de Salvador, uma construção de 1861, onde se encontra até hoje. O Mercado Modelo também foi reconhecido como Patrimônio Nacional.

Veja aqui: Ofertas de voos para Salvador

6. Igreja do Senhor do Bonfim

Uma das construções mais antigas da cidade, inagurada em 1754 por Teodório Rodrigues, da Marinha Portuguesa.

Quem gosta de construções antigas e religiosidade com certeza vai se encantar com a edificação.

É na igreja que também se encontra a imagem do Senhor do Bonfim que é o mais venerado na cidade.

E também ocorre uma festa em homenagem ao santo que é a mais importante de Salvador, após o Carnaval.

Nas grades da igreja se encontram amarradas fitas coloridas que são conhecidas como “medida”, pois tinha originalmente a medida do braço direito da imagem do Senhor do Bonfim.

Algumas pessoas acreditam que as fitinhas são capazes de atender um pedido ao amarrarem-na no pulso. Por isso é uma tradição comprar fitinhas na cidade.

Anualmente é realizado um evento religioso que se chama Lavagem do Bonfim, em que as baianas lavam com água de cheiro os degraus da igreja, uma grande multidão acompanha a procissão das mulheres que começa desde a Igreja da Senhora da Conceição da praia, padroeira da Bahia.

A Igreja do Bonfim se encontra na única colina da península de Itapagipe.

05-5
Foto: Gustavo Boulhosa – Pixabay

Veja também:

Pacote de Viagem ou Conta Própria – Qual a Melhor Forma de Viajar?

Comprar Pacotes de Viagem Vale a Pena?

Como Encontrar Pacotes de Viagem Promocionais?

7. Parque do Abaeté

No bairro Itapoã se encontra o parque do Abaeté, um lugar perfeito para relaxar e curtir a natureza unida à urbanização da cidade. Ele foi criado em 1993 com o objetivo de preservar a Lagoa Abaeté, que é um dos principais cartões postais da cidade.

Lá as pessoas podem conferir a Casa de Música, que conta a história da música baiana, casas de artesanato, a Casa das Lavadeiras, que contém espaços recreativos para os filhos das lavadeiras, lanchonetes, restaurantes, quiosques que vendem coco e comidas típicas, há playgrounds para as crianças e uma área gostosa para passear.

A água da lagoa do Abaeté é escura, devido à concentração de certos minerais e micro-organismos. Uma curiosidade legal é que a água da lagoa apresenta diferentes temperaturas em vários trechos, devido a correntes que não se misturam.

As dunas ao redor da lagoa foram formadas pelo acúmulo de areia vinda da Praia de Itapoã que com o tempo foram cobertas e emolduradas por uma cobertura vegetal, formando um belo cenário que com certeza vale a pena apreciar.

Algo no mínimo curioso é que o nome “Abaeté” se originou do termo tupi abaitê que significa “terror”, fazendo alusão à lagoa ser considerada assombrada.

Esperamos que tenha gostado de conhecer alguns dos pontos turísticos mais badalados de Salvador.

Você já visitou a cidade? Tem vontade de conhecer algum lugar? Conte pra gente nos comentários.

E se curtiu o artigo, compartilhe com seus amigos!

Fontes – Bahia-Turismo, Wikipedia, Melhores Destinos

Compartilhe nas Redes Sociais:

 photo banner real seguro 468 x 60_zpsgvj8olhy.jpg

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!