Seguro viagem geral 728x90

4 Motivos Para Fazer Turismo em Fernando de Noronha

Se você é um amante da natureza com certeza em sua lista de viagens deve ter uma reservada para Fernando de Noronha, não é mesmo?

Este belo arquipélago brasileiro se encontra em Pernambuco, pertinho do Recife. Ele é formado por 21 ilhas e conta com apenas 17 km² de extensão.

Pode ser um lugar pequeno, mas ele guarda muitas belezas, como lindas praias de águas claras e cristalinas, diversidade de vida marinha e lugares lindos para admirar.

Quer mais motivos para fazer turismo em Fernando de Noronha?

Então nos acompanhe neste artigo.

1. Se encantar com a natureza local

Fernando de Noronha é um dos poucos lugares no Brasil em que podemos encontrar a natureza conservada. As praias tem a água muito limpa e clara, tanto que a visibilidade debaixo d´água pode chegar até 50 metros.

É um lugar ideal para praticar mergulho e observar a bela diversidade da vida marinha do local, como recifes de corais, peixes, tartarugas, tubarões e os golfinhos, que são uma atração à parte e que encantam crianças e adultos de todas as idades.

Imagem da baía dos Porcos em Fernando de Noronha.
Foto: Baía dos Porcos – Fernando de Noronha – Pixabay

Trilhas Ecológicas

O arquipélago também é ótimo para praticar trilhas ecológicas, dentre elas as mais requisitadas são: Trilha da Esmeralda, Trilha dos Abreus, Trilha do Leão, Trilha do Atalaia, entre outras. Nelas é possível conhecer lindos lugares como Baía dos Sanchos, Baía dos Porcos e Praia do Leão, onde você pode apreciar lindas paisagens compostas por um mar verde turquesa, formações rochosas e vegetação.

Passeio de Barco

Imagem de barco em Fernando de Noronha navegando pelo mar no por do Sol.
Foto: via Pixabay

Se preferir pode dar um belo passeio de barco entre o Porto de Santo Antônio e a Ponta da Sapata, onde poderá apreciar as belas praias de Fernando de Noronha e passar pela Baía dos Golfinhos e ver centenas desses belos mamíferos e seus filhotes.

Esse passeio ainda conta com uma parada para praticar mergulho livre na Baía do Sancho e se deslumbrar com sua água cristalina e bancos de corais.

Projeto Tamar

Com certeza a ilha atrai conservacionistas de diversos lugares, pois além de apresentar um cenário natural quase intacto e exuberante ainda conta com um projeto de conservação de tartarugas marinhas, o Projeto Tamar.

Em sua sede você vai encontrar uma loja e museu com réplicas dos animais e ainda se envolver com as palestras noturnas sobre preservação e curiosidades. Quem tiver sorte em reservar sua viagem na época de desova das tartarugas ainda poderá acompanhar esse belo momento ao vivo, conhecendo na prática o trabalho do Projeto Tamar.

Encontre ofertas em seguro viagem para Brasil na REAL SEGURO VIAGEM:

Seguro viagem brasil 468x60

2. Oportunidade para Praticar Esportes Aquáticos

Mergulho

Imagem de homem praticando mergulho.
Foto: via Pixabay

Sem dúvida o mergulho é um dos esportes aquáticos mais praticados em Fernando de Noronha. Quem tem prática tem a possibilidade de fazer um mergulho avançado e conhecer a Coverta Ipiranga, um navio da marinha brasileira que sofreu um acidente de navegação em 1983 durante uma comissão a Fernando de Noronha e hoje se encontra a 62 metros de profundidade. É um dos mergulhos mais procurado por mergulhadores.

Agora quem não gosta de usar equipamento de mergulho e não tem prática de mergulhar em grandes profundidades pode realizar mergulhos livres apenas com uma máscara e um snorkel.

O Atalaia possui uma piscina natural que é o lugar ideal para mergulhar e apreciar as belezas da vida marinha. Além desse há outros lugares como o Porto de Santo Antônio e a laje do Boldró que também proporcionam essa possibilidade.

Surfe

Os surfistas também são atraídos para Fernando de Noronha, cujas praias na época de novembro a março apresentam ondas perfeitas para surfar. Pra vocês terem ideia as ondas chegam até 5 metros de altura.

Pelo fato das ondas quebrarem em um período parecido com as ondas do Hawaii, a ilha ficou conhecido como o “Hawaii Brasileiro”. Entre os lugares preferidos dos surfistas para a prática do esporte estão: Cacimba do Padre, Boldró e Conceição.

3. Fácil Circulação

Como o arquipélago é pequeno é bem difícil se perder, sendo que é possível ir até a praia a pé se você se hospedar em lugares acessíveis como a Vila dos Remédios, Floresta Nova ou Sueste.

Também há a opção de alugar bugues e até pegar táxis-bugues para visitar lugares mais distantes. Quem quiser apreciar a flora das estradas pode alugar bicicletas elétricas que foram incorporadas desde 2014 e são uma opção mais barata.

E também existem micro-ônibus que circulam a rodovia BR-363, levando os visitantes do Porto de Santo Antônio ao Sueste. Se preferir você ainda pode pedir carona, um hábito comum na ilha.

4. Pontos Turísticos Interessantes

Fernando de Noronha também possui pontos turísticos bem interessantes e que chamam a atenção dos turistas.

Entre eles temos:

Vila dos Remédios

É a vila principal e centro da ilha, a qual guarda várias construções históricas como o Palácio São Miguel, que é a sede da administração de Fernando de Noronha. Ele foi construído entre 1947 e 1948 sobre as ruínas da antiga “Directoria do Presídio”. Esta era um casarão colonial que foi construído com mão de obra carcerária que havia na ilha.

Além dele também há a Igreja da Senhora dos Remédios que foi construída em 1772 e as ruínas do Forte dos Remédios que foi erguido na mesma época.

Fortim da Praia do Atalaia

Era uma fortificação que integrava a defesa do setor sudeste da ilha, dominando a enseada da praia do Atalaia. Sua origem é desconhecida, mas acredita-se que era um posto de vigia que defendia a cacimba de água potável no local.

Sua estrutura foi encontrada em um mapa inglês da ilha de Fernando de Noronha, datado de 1793.

Atualmente se encontra em ruínas, mas é um lugar interessante para se visitar e tentar entender sua história.

Como ele existem outros fortins e redutos espalhados pela ilha, entre eles, Reduto da Senhora da Conceição, Reduto de Santo Antônio, Reduto do Bom Jesus, entre outros. Todos em ruínas.

Encontre a hospedagem ideal para você no BOOKING.COM:


Booking.com

Morro Dois Irmãos

Imagem do Morro Dois Irmãos em Fernando de Noronha.
Foto: via Pixabay

É uma formação rochosa que pode ser observada de vários pontos de Fernando de Noronha, como a Baía dos Porcos, praia Cacimba Padre e Forte do Boldró. Ela possui esse nome, pois possui duas formas similares que se encontram uma ao lado da outra.

É um lugar muito bonito, sendo um dos principais cartões postais da ilha, perfeito para tirar fotografias e ter um encontro romântico.

Museu dos Tubarões

Um belo lugar para quem tem curiosidade em conhecer mais estes interessantes e temidos animais. No museu você encontrará mandíbulas de tubarões, esculturas ao ar livre, loja de souvenires e imagens ilustrativas dos grandes peixes.

Quem tem vontade de observar esses animais vivos e em seu habitat natural pode ter essa oportunidade na enseada Buraco da Raquel que se encontra em frente ao museu e em época de maré cheia permite que os visitantes os vejam.

Baía dos Golfinhos

Sem dúvida é um dos lugares preferidos para os amantes desses animais brincalhões e fofos. No entanto é proibido nadar nessa área, mas você pode observar os golfinhos brincando e interagindo entre si através de binóculos emprestados de biólogos que orientam os visitantes.

Quer conhecer outras belezas naturais? Então confira 5 Motivos Para Realizar Turismo na Bahia.

Controvérsias

Apesar de ser um belo lugar para se visitar, viajar para Fernando de Noronha não é nada barato. Como se trata de um arquipélago e lugar importante de conservação conta com preços salgados de hospedagem e alimentação.

No entanto é possível encontrar valores mais em conta na época de chuvas (entre março e junho) e mesmo assim curtir as atrações do lugar.

É necessário também reservar uma viagem para Fernando de Noronha com antecedência, uma vez que são aceitas apenas 240 pessoas de cada vez.

Curiosidade Final

Quem vê Fernando de Noronha hoje com suas belas praias e natureza exuberante nem imagina que ele foi descoberto entre 1500 e 1502, sendo a primeira capitania hereditária do Brasil.

E é aí que muitos se perguntam…

Como o arquipélago conseguiu se manter intacto até os dias atuais?

Isso aconteceu, pois ele passou séculos como campo de batalha, também serviu como base militar e até mesmo presídio, destinado a presos políticos. O presídio durou pouco mais de dois séculos (1737 a 1942). Assim nunca foi uma área desenvolvida para moradia e desenvolvimento industrial.

Em 1988 foi declarado Parque Nacional para a proteção de espécies nativas como os golfinhos rotadores que se reúnem diariamente na Baía dos Golfinhos, o local em que é mais comum encontrá-los no mundo todo. E em 2001 tombado como Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO, sendo conhecido como um dos lugares mais belos do planeta.

Esperamos que tenham gostado das informações e conhecer um pouco mais de Fernando de Noronha.

Você já teve a oportunidade de viajar para lá? Ou conhece alguém que viajou? Conte para nós.

Fontes – CVC, Viaje Aqui, Wikipedia, Férias Brasil, Cena Surf

Gostou do artigo? Então compartilhe com os amigos nas redes sociais:

 photo banner real seguro 468 x 60_zpsgvj8olhy.jpg

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!